RFID Noticias

Cresce uso de malha Bluetooth

Após o Bluetooth Special Interest Group ter lançado sua especificação de malha no ano passado, estão sendo implantados diversos projetos inteligentes atualmente

Por Claire Swedberg

9 de agosto de 2018 - Um ano após lançar seu padrão de malha Bluetooth, o Grupo de Interesses Especiais Bluetooth (SIG) relata que soluções de iluminação global que usarão a especificação estão sendo implantadas agora, com estudos de caso que devem ser divulgados ainda neste ano. O desenvolvimento ao longo do ano passado levou a capacidade de malha a 68 produtos até o momento, incluindo alto-falantes inteligentes e outros dispositivos, além de iluminação.

De acordo com Ken Kolderup, vice-presidente de marketing da SIG, soluções de controle de iluminação sem fio passaram pela fase de desenvolvimento desde o lançamento do padrão de malha no ano passado, e agora estão sendo incorporadas a produtos de controle de iluminação, além de serem instaladas em edifícios comerciais. Os 68 produtos desenvolvidos com a capacidade de malha Bluetooth variam de produtos de silício a componentes, como sistemas de iluminação.

A SIG é uma associação comercial sem fins lucrativos que trabalha com empresas associadas para adicionar novos recursos ao padrão Bluetooth e promover sua adoção. O grupo tem 20 anos e possui 33.000 empresas associadas. O Bluetooth já é onipresente nos telefones e dispositivos que as pessoas usam, de acordo com a SIG, com 10 milhões de novos dispositivos embarcados em todo o mundo a cada dia. Isso acelera a adoção de muitos outros novos padrões de tecnologia, para os quais um novo protocolo deve ser introduzido nos dispositivos existentes.

A malha Bluetooth muda de forma conforme a tecnologia existente é usada, reporta a SIG, sem exigir novos chips Bluetooth em smartphones e outros dispositivos. Com redes em malha, em vez de emparelhar dispositivos Bluetooth como o processo para conexões Bluetooth tradicionais, há uma etapa de provisionamento na qual um smartphone, com o aplicativo de provisionamento, pode ser usado para colocar um novo dispositivo compatível com malha (como uma luz). Em seguida, se torna um nó dentro dessa rede. Os smartphones ou tablets existentes também podem fazer parte da rede de malha. Por exemplo, um smartphone pode ser usado para controlar dispositivos na rede.

Como a tecnologia está em vigor para a iluminação comercial, diz Kolderup, esses nós Bluetooth em luminárias podem ser usados para uma série de outras finalidades, como posicionamento interno de funcionários ou visitantes, rastreamento de bens ou movimentação de estoque, bem como wayfinding para os visitantes. A malha Bluetooth destina-se a impactar os edifícios inteligentes, as casas inteligentes e a iluminação inteligente, bem como as soluções da indústria inteligente e da cidade inteligente. Começou, no entanto, com a iluminação.

Os sistemas de iluminação comercial são altamente complexos. Pode haver milhares de aparelhos que são controlados com várias instruções, como escurecimento, e estão sendo ligados ou desligados de uma variedade de sensores. A malha Bluetooth está provando operar bem com esse ambiente, diz Kolderup. Uma mensagem para acender uma luz, por exemplo, pode levar vários caminhos para cada dispositivo, como uma lâmpada ou acessório.