RFID Noticias

Tecnologia faz mapeamento dentro de casa

Empresas criam em parceria um sistema que identifica os locais de indivíduos e objetos em espaçamento de 10 centímetros, dentro dos prédios

Por Claire Swedberg

23 de julho de 2018 - A empresa de serviços de mapeamento e localização HERE Technologies criou uma solução de localização e mapeamento para ambientes internos, com informações de posicionamento baseadas na tecnologia de banda ultralarga (UWB) fornecida pela Decawave. A parceria entre as empresas permitirá aos usuários identificar a localização de mercadorias ou indivíduos, por transmissões da UWB, com margem de acerto de 10 centímetros.

A Decawave é uma empresa irlandesa que utiliza chips de transceptor UWB para aplicações RFID e sistemas de localização em tempo real (RTLS). O chip transceptor DW1000 UWB da empresa está em conformidade com o padrão IEEE 802.15.4-2011. O chip, que mede 6 milímetros por 6 milímetros, consome pouca energia para transmissões de curto e médio alcance (até 90 metros) e de curta duração (até 6,8 Mbps) para gateways.

A HERE, com sede em Eindhoven, na Holanda, captura o conteúdo de localização para aplicações como rede rodoviária, construção, parques e gerenciamento de tráfego. A empresa também está trabalhando para criar tecnologia autônoma e tem mapas em aproximadamente 200 países.

A parceria permite que a HERE e a Decawave ofereçam uma solução, incluindo módulos e software baseado na nuvem, que é fácil para os usuários implementarem, independentemente do tamanho da empresa. Tradicionalmente, diz Mickael Viot, vice-presidente de marketing da Decawave, uma implantação de RTLS pode exigir vários fornecedores de integradores de sistemas para provedores de hardware, e pode incorrer em altos custos de instalação. Viot diz que falou com clientes que indicaram que precisam de uma solução na qual os serviços, a infraestrutura, a integração e o hardware pudessem vir de uma única fonte.

"Os clientes não querem tags", diz Viot. "Eles querem dados. Estamos tentando trazer experiências prontas para os clientes, com alguma flexibilidade". As duas empresas começaram a trabalhar juntas há cerca de um ano, lembra.

Nesse meio tempo, a HERE vem trabalhando há vários anos para construir seus serviços de mapeamento para incluir a localização interna, de acordo com Erminio di Paolo, chefe de rastreamento da HERE. A empresa trabalhou com soluções Wi-Fi e Bluetooth Low Energy (BLE), mas ambas apresentam algumas deficiências no mapeamento interno, explica ele. Com a tecnologia Wi-Fi, a precisão do posicionamento pode ser de cerca de 5 a 7 metros - ou 3 a 5 metros para BLE - mas não menos do que isso. No entanto, diz, as tecnologias Wi-Fi e BLE funcionam bem para propósitos como orientação nos espaços internos.

Nos últimos anos, no entanto, a HERE vem trabalhando com clientes de comércio e manufatura que exigem muito mais dados de localização granular para que possam se beneficiar dos serviços de mapeamento e localização. Por exemplo, no caso da manufatura, di Paolo diz: "precisamos de precisão de posicionamento muito alta" que permita aos usuários entender exatamente onde uma peça em montagem está localizada - na proximidade de ferramentas robóticas, por exemplo. Com dados de localização muito específicos, acrescenta, os usuários podem realizar tarefas como vincular uma pessoa específica a uma ferramenta específica, para que uma empresa saiba quem estava operando uma determinada ferramenta se ela acabasse inoperante ou faltando.