RFID Noticias

Notas do Editor: Precisão de inventário sem RFID?

Alguns provedores de software prometem melhorar a precisão do estoque dos varejistas; veja por que algoritmos sozinhos não funcionam

Por Mark Roberti

26 de junho de 2018 - Algumas empresas de software prometem aos varejistas que podem melhorar sua precisão de estoque nas lojas sem o uso de tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID). Você pode entender por que esse argumento pode ser atraente: não é necessário nenhum hardware complexo para instalar e nenhum investimento contínuo em tags, com algoritmos informando precisamente o que está nas prateleiras. Mas isso funciona?

Primeiro, vamos explicar o que é um algoritmo. Na ciência da computação, é um conjunto de etapas que um computador realiza para realizar uma tarefa. A inteligência artificial, ou aprendizado de máquina (machine learning), envolve o refinamento dessas etapas para alcançar resultados cada vez melhores. Portanto, os algoritmos de inventário ajustariam automaticamente o estoque com base nas taxas históricas de furto e de erro de verificação de funcionários para obter um número de inventário mais realista.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »