RFID Noticias

Sistema reduz tempo de socorro a trabalhador

Os clipes continuam enviando seus IDs para os gateways locais, para que a gerência saiba onde cada indivíduo está localizado. Os gerentes também podem visualizar os trabalhadores que não foram evacuados, onde estão localizados.

A empresa descobriu que a mera presença dos clipes pode modificar o comportamento dos trabalhadores. Se eles sabem que o clipe está rastreando seus movimentos, podem ser mais cuidadosos com os riscos que correm. Por exemplo, diz Pelkey, é menos provável que saltem da estrada, se souberem que podem pular em alerta.

O software em nuvem gerencia os dados coletados
A longo prazo, diz Pelkey, a empresa pode explorar a opção de conectar sensores Spot-r EquipTag em alguns de seus equipamentos no local. Ao rastrear equipamentos, a empresa conseguirá saber onde seus ativos estão localizados, para que não sejam removidos ou para determinar quem estava usando o equipamento ou quem o utilizou pela última vez.

Os clipes também permitem que a empresa entenda seus funcionários e use a análise dos dados coletados para aumentar a eficiência. Por exemplo, Pelkey diz que, se não for possível usar o dispositivo, o equipamento pode ser movido para facilitar. Além disso, a empresa pode identificar corredores com tráfego intenso e certificar-se de que não haja obstáculos, como equipamentos nesses corredores, para evitar ainda mais acidentes ou ferimentos.

No final, diz Pelkey, o principal objetivo da empresa é o dos trabalhadores em casa. "Não estamos olhando para um retorno financeiro sobre este investimento", afirma. "Para nós, é a segurança o que mais importa".