RFID Noticias

Solução IoT controla lixo em depósitos

Sistema baseado em ultrassom promete reduzir custos em 30%, com uso de menos mão-de-obra e combustível para esvaziar recipientes de coleta

Por Claire Swedberg

23 de maio de 2018 - Uma empresa de tecnologia eslovaca desenvolveu uma solução inteligente para gerenciamento de lixeiras. O sistema, fornecido pela Sensoneo, permite que as cidades e os operadores de coleta de lixo gerenciem melhor seus serviços com base nos níveis e condições dos resíduos em cada recipiente. Os sensores de Internet das Coisas (IoT) são baseados em ultrassom e transmissões sem fio, como LoRa, Sigfox, IoT celular ou banda estreita (NB-IOT). A solução está sendo testada por empresas nos Estados Unidos e de todo o mundo.

Para as empresas de gestão de resíduos, a coleta de lixo de grandes caixas públicas ou comerciais tem sido tradicionalmente difícil de controlar. Às vezes, as caixas não contêm lixo suficiente para fazer a retirada valer a pena, mas os veículos chegam ao local de qualquer maneira. Em outros casos, as caixas podem ficar cheias muito antes de uma coleta programada ocorrer.

No que diz respeito aos recicláveis, há um incentivo para as empresas coletarem o material descartado. Mas as empresas raramente sabem quando um depósito pode ter sido preenchido e incidentes às vezes acontecem, como uma tampa se abrindo e a chuva danificando ou destruindo materiais recicláveis (papelão, por exemplo).

A Sensoneo é uma subsidiária da empresa de tecnologia BrainIT. A solução de gerenciamento de resíduos foi lançada há quatro anos e a empresa nasceu de modo independente em março de 2017. A tecnologia está em uso em 60 locais em 19 países, de acordo com Martin Basila, fundador e CTO da empresa.

A solução, diz Basila, foi desenvolvida para melhorar a eficiência da coleta de lixo. Isso permite que os provedores de serviços entendam quais caixas exigem coleta, bem como quando e onde, e organizam o despacho e as rotas do veículo conforme necessário.