RFID Noticias

Tag super fina foca o rastreamento de roupas

O desafio tem sido aplicar as etiquetas laváveis aos lençóis. Como as etiquetas RFID tendem a ser bastante grandes, costurá-las em tecidos exigiu modificações no processo de fabricação. Em alguns casos, Dalton diz que as empresas tiveram que costurar uma espécie de bolso em seus produtos para segurar a etiqueta.

No entanto, esses clientes indicaram à Fujitsu que esperavam uma etiqueta que fosse pequena o suficiente para ser facilmente inserida em uma costura típica de 10 milímetros. A nova tag slim consegue isso, a empresa indica que, por ter entre 4 e 7 milímetros de largura, pode ser inserida na costura comum, tornando-a uma adição menos invasiva ao processo de fabricação. A tag pode então permanecer invisível para os usuários e ser protegida dos rigores da lavagem e secagem dentro da costura.

A etiqueta Super Slim, diz Dalton - como sua antecessora, a etiqueta de tecidos WTA533 - pode ser lida em lotes de centenas ou milhares enquanto se move por um portal ou por um leitor manual, a uma distância de 2 a 3 metros. As etiquetas são projetadas para serem resistentes à água e ao calor, e suportar produtos químicos como os usados durante a limpeza.

O desenvolvimento de uma etiqueta que é menos prejudicial à fabricação de roupas de todos os tipos e produtos relacionados deverá tornar as implantações de tecnologia RFID mais fáceis e mais acessíveis, relata a empresa, já que os fabricantes estarão mais propensos a aplicar as tags a todos os seus produtos.