RFID Noticias

Congonhas moderniza segurança e operações

O aeroporto está usando RFID e RTLS para controlar o acesso em rampa e melhorar o monitoramento de ativos e equipe, com custos menores

Por Edson Perin

7 de maio de 2018 - O Aeroporto de Congonhas, em São Paulo (SP), adotou uma solução RTLS (Real Time Localization System) que garante o melhor uso dos recursos, reduzindo custos e riscos. Por meio da geração de dados em tempo real, realiza-se o controle de acesso, licença para operar em rampa [a pista do aeroporto], rastreamento de veículos e monitoramento de controle de velocidade. O monitoramento da operação interna e os dados das operações de rampa são exibidos em uma tela que, a cada instante, apresenta os indicadores de desempenho chave (KPI).

A solução resulta da colaboração entre empresas como Zebra Technologies Corporation, GTP-EazyComm e o operador do terminal, a Infraero, que criaram um sistema baseado em identificação por radiofrequência (RFID), sensores e GPS (Global Position System), que monitora e controla a entrada e saída à rampa do aeroporto, rastreando veículos e pessoas.

Vista parcial do aeroporto de Congonhas
Os leitores estão instalados em todos os acessos ao "setor ar" do aeroporto, isto é, todos os acessos à sala de embarque e desembarque. As leituras são realizadas por oito antenas no portão de embarque, quatro no portão de desembarque, quatro no portão de acesso de pessoal à rampa, duas na porta de retorno de carrinhos de bagagens, duas na porta de entra de mercadorias, quatro no portão oeste de acesso de veículos e duas no portão leste de acesso de veículos.

A GTP-Eazycomm fornece todas as tags, ou seja, cerca de 30.000 RFID Badges descartáveis por ano, mais 2.000 RFID Badges permanentes, 500 passive RFID tags para equipamentos e 400 GPS tags para veículos de pista.

O maior desafio da implantação, segundo as empresas, foi instalar e agora manter os equipamentos em um ambiente aeroportuário, atendendo às exigências de segurança e regulações. Além da grande área de cobertura e equipamentos expostos às condições ambientais, como chuva, sol e vento.

O principal benefício do uso de RFID Badges está no registro automático dos acessos para fins de segurança, permitindo análise e identificação de todas as pessoas. Já no uso de GPS tag em veículos de pista permite o monitoramento em tempo real para fins de segurança e melhor gestão do uso da frota para otimização das operações.