RFID Noticias

Feig Electronics compra Panmobil para fornecer tecnologia portátil

A aquisição ampliará as ofertas de produtos da Feig para além dos leitores fixos de identificação por radiofrequência, agregando dispositivos portáteis

Por Claire Swedberg

27 de abril de 2018 - A empresa de eletrônica e tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) passiva Feig Electronics adquiriu o produtor de scanners móveis Panmobil Systems em um esforço para fornecer um espectro mais amplo de tecnologia RFID e opções de código de barras para seus clientes. Com a aquisição, a Feig agora está pronta para vender não apenas a tecnologia de leitor fixo existente, mas também leitores RFID portáteis ou vestíveis com scanners de código de barras embutidos, permitindo assim uma maior variedade de soluções para mais empresas. A aquisição deve ampliar a visibilidade da Feig de possíveis usuários de soluções de RFID.

A Feig agora está vendendo os produtos portáteis da Panmobil junto com os seus próprios, informam as empresas, e a marca Panmobil permanecerá por enquanto. A empresa alemã de eletrônicos, com sede em Frankfurt, fabrica seu próprio hardware de RFID no local. Enquanto isso, os produtos da Panmobil continuarão a ser desenvolvidos e fabricados, pela Feig, no site da Panmobil em Colônia, a 25 quilômetros de distância. A Feig será capaz de fornecer soluções para cada uma das bases de clientes da Panmobil e da Feig - que, até agora, não foram muito relacionadas, diz Markus Desch, diretor técnico das Divisões de Identificação e Pagamento da Feig.

A Panmobil está em operação há cerca de 30 anos. A empresa oferece equipamentos de leitura de código de barras, diz Andreas Binder, gerente do departamento de sistemas e projetos da empresa, que também era habilitado para RFID. A Feig, por outro lado, fabrica uma variedade de produtos eletrônicos, incluindo sistemas de identificação que empregam RFID. Seu hardware UHF e HF RFID consiste em uma variedade de sistemas de leitores fixos, incluindo leitores de portal e desktop.

No entanto, à medida que o uso de RFID se torna mais comum, os usuários finais tentam ampliar a maneira como utilizam etiquetas RFID em suas instalações. Ao longo dos anos, afirma Desch, "aprendemos com nossos clientes que eles estavam interessados tanto em produtos fixos quanto móveis". Ele diz que sua empresa recentemente começou a procurar uma empresa para adquirir que já oferecesse dispositivos portáteis ou móveis. A aquisição, explica Desch, permitirá à Feig oferecer soluções baseadas em portáteis, juntamente com outros dispositivos de leitura RFID, muito mais cedo do que se a empresa simplesmente começasse a desenvolver novas tecnologias próprias.

Com a aquisição, diz Feich, a Feig pode não apenas oferecer uma gama maior de produtos, mas também vender seus leitores fixos aos clientes existentes da Panmobil. Para a Panmobil, acrescenta Binder, o benefício está em vender seus produtos para um público muito maior ao qual a Feig já tem acesso.