RFID Noticias

Estudo aponta valor da RFID em Visual Merchandising

Universidade de Parma divulga resultados de estudo sobre quão bem as mercadorias são vendidas em áreas específicas das lojas

Por Claire Swedberg

16 de abril de 2018 - Com implantações de identificação por radiofrequência (RFID) que rastreiam o estoque de varejistas e as indisponíveis em estoque, algumas empresas do setor de RFID estão imaginando de onde pode vir o próximo nível de benefício para o varejo. O laboratório de RFID da Universidade de Parma divulgou os resultados de um estudo de 12 meses que investigou o impacto da tecnologia nas vendas, fornecendo visibilidade sobre o desempenho das mercadorias em locais específicos de exibição.

Com a tecnologia, pesquisadores e uma varejista italiana de roupas masculinas rastrearam o que foi exibido em cada área de uma loja e compararam o lucro líquido da venda de cada peça de mercadoria com o custo de exibir esse item. A loja pediu para permanecer anônima.

Antonio Rizzi
O estudo, conduzido pelo RFID Lab da universidade, examinou como a tag RFID é lida, como os dados coletados e se poderiam permitir que as lojas otimizassem seu merchandising na loja, planejassem o desempenho de cada piso e aumentassem as vendas. Na verdade, as lojas usaram os dados RFID para gerenciar melhor seus displays e viram um aumento de 3% nas vendas acima do previsto, diz Antonio Rizzi, professor titular da Universidade de Parma, e um dos responsáveis pelo estudo.

Nem todas as partes de uma loja são iguais, diz Rizzi, e entender como o espaço deve ser usado pode fazer uma grande diferença nos números de vendas de uma loja. Ele observa que os varejistas podem ver a área de vendas como um espaço valioso sendo alugado pela mercadoria em exibição. Todos os itens precisam gerar receita suficiente para pagar o custo do espaço que ocupam e, ao mesmo tempo, dar lucro. "A RFID é uma facilitadora", diz Rizzi, "para dar visibilidade e entender o que vale a pena exibir em um local específico".

O merchandising visual é uma ciência importante, de acordo com os autores do estudo, já que pode determinar diretamente a taxa de vendas. Eles observam que a compra por impulso de roupas de moda é baseada em uma atraente exibição de produtos. As lojas nem sempre podem medir facilmente a eficácia de sua exibição, no entanto. Resultados de vendas simples não permitem a quebra da eficácia de cada exibição.