RFID Noticias

IoT rastreia animais de estimação em aeroportos

Solução baseada em Internet das Coisas permite aos passageiros vigiar seus animais antes e depois de um voo, visualizando sua localização

Por Claire Swedberg

10 de abril de 2018 - Enquanto as tecnologias de identificação por radiofrequência (RFID) e Internet das Coisas (IoT) estão se tornando comuns para rastrear a bagagem à medida que se movimentam nos aeroportos e entre voos, uma nova solução é focalizar a tecnologia na localização e bem-estar da vida de animais de estimação dos passageiros.

A Unisys lançou globalmente uma solução baseada em IoT, conhecida como Digi-Pet, que fornece aos proprietários de animais de estimação visibilidade no ambiente onde seus animais estão sendo transportados em um avião e quando são removidos do avião até que sejam entregues ao proprietário ou agente. O sistema emprega redes Wi-Fi e celulares para compartilhar dados de sensores com o software Unisys, que compartilha essas informações por um aplicativo. O sistema está disponível e em testes na região da Ásia-Pacífico há cerca de um mês.

Aplicativo de monitoramento de animais de estimação Digi-Pet da Unisys
O aplicativo de monitoramento de animais baseado em IoT foi concebido por Dheeraj Kohli, líder global da Unisys de negócios para viagens e transporte. Quatro anos atrás, ele comprou um filhote de cachorro pug chamado Buster para sua filha, mas não tinha pensado muito sobre os desafios que o cão representaria quando se tratava de voar. Quando a família teve que se mudar quatro meses depois, Buster veio com eles, é claro. No entanto, arranjar transporte aéreo para seu último membro da família se mostrou mais difícil do que ele esperava. Para atender às limitações de tamanho e peso que a companhia aérea ditava para um cachorro, Kohli teve que viajar com o filhote antes de ficar maior, o que significava se mudar dois meses antes e depois morar e trabalhar em um hotel que aceitasse animais de estimação.

Na época, Kohli achava que viajar com animais de estimação deveria ser mais fácil. Desde então, observa, houve muitos casos de animais de estimação sendo feridos ou até mesmo morrendo durante o transporte. Então começou a considerar soluções baseadas em IoT e recebeu o apoio da Unisys para criar uma. O slogan da Unisys, Kohli diz, é "melhorar a vida das pessoas". Portanto, recorda: "Eu pensei: por que não melhorar a vida de outros seres vivos?" O resultado é a Digi-Pet, e a Unisys está atualmente em discussões com várias companhias aéreas sobre a adoção da tecnologia.

Os requisitos de hardware são mínimos, relata Kohli. Donos de animais simplesmente precisam de um canil para seus animais, com um sensor Digi-Pet anexado. Os sensores são feitos de acordo com as especificações da Unisys por um fornecedor terceirizado, e o sistema exige que os usuários tenham um smartphone para visualizar os dados do sensor.