RFID Noticias

Jukebox high tech anima público infantil

O Jooki, da MuuseLabs, permite que crianças escutem suas músicas favoritas, sem as distrações adicionais de um smartphone ou tablet

Por Claire Swedberg

26 de janeiro de 2018 - A empresa de tecnologia da Bélgica MuuseLabs está comercializando um sistema de música habilitado para comunicação de campo próximo (NFC), que permite que as crianças acessem músicas sem ficar imersas em entretenimento de tela. O Jooki - que a empresa descreve como uma jukebox para crianças - é um dispositivo inteligente com um leitor NFC incorporado de 13,56 MHz e funcionalidade Wi-Fi. O dispositivo captura os números de identidade de estatuetas com tags NFC colocadas em sua superfície e, em seguida, reproduz músicas ou histórias. Um aplicativo dá aos pais acesso ao brinquedo para configurar listas de reprodução e vinculá-las a personagens específicos.

O narrador inteligente para crianças foi criado por Theo Marescaux, co-fundador e CEO da empresa, após um incidente em 2013 com suas filhas, que tinham então três e quatro anos de idade. Eles queriam ouvir música - uma música específica - que ele acessou com seu smartphone e que eles queriam ouvir repetidas vezes.

O aparelho Jooki
Então, Marescaux diz: "meu telefone desapareceu e as crianças também desapareceram de mim, atrás da tela". Como muitos pais, ele queria manter suas filhas envolvidas com o entretenimento durante o maior tempo possível. No entanto, acessar música foi quase impossível sem um telefone, tablet ou computador.

Marescaux foi gerente de produto da empresa de tecnologia Barco e tem experiência em engenharia de microeletrônica. Com algum conhecimento técnico ao seu lado, decidiu desenvolver uma solução de tecnologia.

"Foi um projeto de fim de semana", diz Marescaux, durante o qual ele construiu uma webcam em uma caixa, com códigos QR anexados a blocos de madeira e alguns softwares básicos para habilitar os links QR para músicas específicas. Com códigos QR, no entanto, "não funcionou bem", afirma. "Foi muito difícil alinhar os códigos aos cubos com o scanner óptico". Além disso, a webcam tornaria o produto muito caro para muitas famílias. Ele e seus co-fundadores começaram a explorar a tecnologia NFC.

A empresa instalou um chip e uma antena e então aplicou etiquetas NFC para figurinhas de personagens que desenvolveu de forma exclusiva para o brinquedo. A ID exclusiva de cada tag ficou armazenada no sistema de áudio. Marescaux não quis dar nomes aos fabricantes de produtos NFC.