RFID Noticias

Notas do Editor: Fim de ano para bons negócios

Expectativa positiva do varejo em relação às vendas de fim de ano tem estimulado empresas a investir em RFID como maneira de aumentar os lucros

Por Edson Perin

11 de dezembro de 2017 - Na semana passada, durante uma boa conversa com o diretor geral da Levi’s no Brasil, Rui de Araújo Silva, ouvi mais uma vez que a Black Friday deste ano teve uma explosão nas vendas em relação a 2016 (Levi’s testa uso de RFID com sucesso), atingindo um crescimento de 56%. No Brasil, a Levi’s importa produtos da marca, fabrica localmente 20% de tudo o que vende no Brasil e tem lojas próprias, além de fornecer para estabelecimentos multimarcas.

Um dos motivos desta expansão nas vendas gerais do varejo está sendo o reaquecimento da economia, que – segundo opiniões não ortodoxas, que já ouvi até em depoimentos ao juiz Sérgio Moro – se deve em parte ao uso ético dos recursos que eram destinados a propinas aos corruptos, gerando investimentos em algo mais do que joias caras, carros e imóveis de luxo. Trocando em miúdos, há dinheiro no mercado, o varejo voltou a vender e muitas redes de lojas resolveram investir em identificação por radiofrequência (RFID) para aumentar lucros, reduzindo custos e ganhando eficiência.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »