RFID Noticias

Pecuária ganha com inteligência baseada em IoT

Em 2016, Alonsoperez começou a testar a tecnologia LoRa e buscou investidores para financiar sua comercialização. Com a solução Chipsafer, explica, os fazendeiros sabem onde estão os animais e podem receber alertas se algum comportamento ocorrer fora dos limites aceitáveis.

"O roubo de gado é um grande problema na América Latina e África", afirma Alonsoperez. "Os agricultores estão procurando soluções". Ela acrescenta: "eles querem rastrear se um padrão foi quebrado", como o movimento esperado de vacas ou congregações em áreas específicas. Embora a Chipsafer tenha sido inicialmente uma empresa de hardware que desenvolveu o dispositivo de rastreamento e sensor, ela diz que a empresa está testando o sistema como uma solução completa para capturar e interpretar o comportamento do gado e gerenciar dados para os fazendeiros em um servidor baseado em nuvem. De acordo com Alonsoperez, vários veterinários e cientistas da computação atualmente estão trabalhando em algoritmos para determinar quais tipos de dados podem ser coletados.

Em uma instalação típica, um dispositivo Chipsafer é anexado a cada vaca, em uma marca de orelha ou colar. O dispositivo vem com um nó GPS incorporado, um acelerômetro e um sensor de temperatura para rastrear a temperatura ambiente em torno do animal. É energizado através de uma bateria alimentada por energia solar. Os gateways instalados em torno de uma fazenda recebem dados de transmissão e transmitem essa informação através de um sinal celular.

O sistema coleta dados que podem ser usados para fins muito além do movimento em tempo real, diz Alonsoperez. "Nós coletamos dados suficientes sobre cada vaca no software e conseguimos gerenciar toda a sua história", afirma. "No futuro, esta informação poderia ser fornecida ao consumidor final", juntamente com um registro de todo o histórico de vida e saúde de um determinado animal, quando a carne for comprada.

As fazendas que testaram a tecnologia trabalharam com a Chipsafer para configurar zonas geo-localizadas que definem onde o gado pode percorrer. O software pode ser programado para detectar se um padrão esperado de movimento foi quebrado, diz Alonsoperez, o que pode indicar um problema. Por exemplo, se um animal ficar imóvel durante um longo período de tempo, isso poderia indicar que está doente.