RFID Noticias

Austin planeja implantar beacon no centro da cidade

O programa Austin CityUp incluirá um sistema Bluetooth Low Energy para dar inteligência baseada em localização aos usuários de smartphones

Por Claire Swedberg

14 de setembro de 2017 - O Austin CityUp (ACUP), um consórcio de empresas e organizações destinadas a criar capacidades de cidades inteligentes na cidade de Austin, Texas, irá instalar uma solução baseada em beacons Bluetooth Low Energy (BLE) no centro da cidade. O grupo testará a tecnologia para forneces conteúdo baseado em localização para indivíduos com um aplicativo no celular e gerar valor para a cidade, empresas locais e usuários dos aplicativos.

A consultoria de planejamento estratégico Vizias integra a ACUP e supervisiona o projeto. O sistema BLE foi fornecido pela empresa de tecnologia Connecthings, usando beacons BlueCats no corredor da 2ª Rua da cidade como parte do projeto Smart Second Street da ACUP.

Jay Boisseau
Com os beacons foram implantados em locais ao longo da 2ª Rua, o sistema fornecerá aos usuários conteúdo baseado em localização, como horários de atividades locais, notícias e informações sobre rotas de ônibus, horários e alertas de atrasos de ônibus. Além disso, os dispositivos BlueCats serão equipados, em alguns casos, com sensores para rastrear condições como ruído ou poluição que possam ser de interesse para as pessoas na área. O sistema consiste na plataforma SaaS (software-as-a-service) da Connecthings para gerenciar dados baseados em beacons, bem como o aplicativo para uso em smartphones dos consumidores.

A ACUP tem vários projetos relacionados a aplicativos de cidades inteligentes; a implantação do beacon é a primeira e está voltada para a coleta de dados em tempo real e informações push, diz Jay Boisseau, CEO da Vizias. Os participantes ainda estão nos estágios de planejamento, para instalar as primeiras tags em locais de varejo nos próximos meses e avaliar os dados que podem ser capturados com um smartphone executando um aplicativo. Um aplicativo voltado para o consumidor não estará pronto por seis a 12 meses após o teste inicial, prevê.

O plano de longo prazo, no entanto, é mais ambicioso. Atualmente, o grupo está avaliando como a tecnologia poderia ser usada para alertar os indivíduos sobre eventos, restaurantes ou bares em sua área que seriam de interesse, bem como informações de trânsito e condições ambientais.

No caso do transporte, os passageiros poderão usar o aplicativo ACUP para receber detalhes sobre as opções de transporte, diz Louis-Alban Batard-Dupré, vice-presidente norte-americano da Connecthings. Isso pode significar horários de ônibus e rotas relacionadas a um ponto de ônibus onde o indivíduo está localizado, mas também pode fornecer informações sobre outros serviços, tais como programas de viagem compartilhada, bicicletas públicas ou táxis. Ambos os serviços de transporte de Uber e Lyft estavam ausentes da cidade por um ano em que a aplicação da lei local exigia a impressão digital de drivers, bem como as verificações de antecedentes. Durante esse período, inúmeras outras opções de mobilidade vieram para a cidade, que ainda são oferecidas lá, como Ride Austin e Chariot.