RFID Noticias

Sistema para cadeia de suprimentos atende consumidor

Solução junta RFID UHF e NFC numa só etiqueta que pode ser rastreada com um produto ou interrogada por consumidores com um app de smartphone

Por Claire Swedberg

30 de agosto de 2017 - A empresa de tecnologias de Internet das Coisas (IoT) eAgile lançou uma solução RFID de dupla frequência que permitirá que os fabricantes de medicamentos e varejistas compartilhem conteúdos com os consumidores usando uma combinação de tecnologias RFID UHF e Near Field Communication (NFC). A solução, conhecida como eLink, consiste em etiquetas de dupla frequência incorporadas em tampas de medicação, selos ou etiquetas de alumínio, bem como software baseado em nuvem.

A tecnologia com a funcionalidade NFC funciona no sistema operacional iOS com Apple iPhone 11, bem como o iPhone 7 e 8. Essa versão significa que ambos os dispositivos baseados em iOS e Android agora podem ler as tags NFC, simplesmente quando um usuário toca o celular nas tags. A empresa dos Estados Unidos já oferece sua solução eSeal sob a forma de um selo ou boné habilitado para RFID em produtos de medicação para o setor de saúde desde 2015, de acordo com Gary Burns, CEO da eAgile.

Algumas empresas usam RFID UHF para permitir a leitura de tags à distância, como quando os produtos se deslocam pelas portas das docas de armazéns ou saem de linhas de fabricação ou entre lojas. O número de ID do chip RFID geralmente está vinculado ao nome do produto, número de série, nível de dose, número do lote e local e data da fabricação. A etiqueta pode então ser lida pelos fabricantes após o engarrafamento de seus produtos ou cada vez que as mercadorias passam por um ponto determinado na instalação de fabricação, sites de distribuidores ou locais de revendedores.

Até agora, no entanto, a visibilidade parou por aí, diz Burns, e isso significa pouco benefício para os consumidores. Como as tags UHF (mais comumente usadas em medicamentos) não podiam ser lidas por smartphones, a única maneira de os consumidores acessarem dados sobre um produto era utilizar um código QR.

No entanto, Burns diz que com a tecnologia NFC em produtos, os consumidores podem fazer muito mais. "O ambiente de varejo está mudando muito rapidamente", afirma ele, e a eAgile vem trabalhando para desenvolver tecnologia que permita aos consumidores se envolver com produtos automaticamente usando seus smartphones. Por exemplo, já existem aplicativos de lembretes de pílulas para ajudar os pacientes e os consumidores a controlar seu uso de medicamentos diariamente. Com o eSeal, poderiam fazer isso com o toque de um telefone contra a embalagem do produto. Ou compartilhar os dados de leitura com a tag, o aplicativo de sua escolha ou de uma marca.