RFID Noticias

Loja dos EUA gerencia sapatos e bolsas com RFID

Um sistema RFID UHF, da Zebra Technologies, permitiu à varejista Bon-Ton reduzir a não conformidade de itens em 180 pontos de venda, de 20% a quase nenhum

Por Claire Swedberg

23 de agosto de 2017 - A cadeia de lojas Bon-Ton Stores, dos Estados Unidos (EUA), investiga novas formas de implantar a identificação por radiofrequência (RFID) para ganhar visibilidade das mercadorias, após obter ganhos na conformidade de calçados e bolsas expostos em 180 lojas. Ao longo dos últimos dois anos, a empresa vem implantando a tecnologia para saber se todos os sapatos e bolsas que estão à venda estão também sendo exibidos nas lojas.

O sistema lançado em 2014 como um piloto de três lojas para sapatos foi expandido para outros locais em 2015 e depois para o departamento de bolsas no ano passado. A Bon-Ton agora está investigando outras aplicações para rastrear alguns produtos de alto valor em outros departamentos. A solução, conhecida como gerenciamento de estoque, é fornecida pela Zebra Retail Technology Solutions e consiste em leitores portáteis RFID MC3190-Z, além de tags RFID UHF, gerenciadas pelo próprio software da Bon-Ton Stores.

A Bon-Ton Stores opera as lojas Bon-Ton, Bergner, Boston Store, Carson, Elder-Beerman, Herberger e Younkers. A empresa diz que, desde que começou a expor sapatos e bolsas, quase eliminou a taxa de não conformidade de 20% durante uma semana de venda média. Cada produto que falta na vitrine é potencialmente uma venda perdida, diz Lisa Celebre, vice-presidente de operações da loja Bon-Ton.

Tradicionalmente, os funcionários de vendas de cada loja revisam manualmente quais amostras estão em exibição no departamento de calçados em uma base diária, a fim de garantir que todos os sapatos vendidos estavam representados nessa exibição. Este era um processo demorado e propenso a erros. Ao buscar um sistema baseado em tecnologia, a empresa queria maior eficiência e precisão nas verificações de conformidade.

No departamento de calçados, cada sapato é exibido por tipo, marca e estilo que é oferecido. Em 2015, a empresa começou a pilotar a tecnologia RFID. Primeiro, em três lojas, optou por anexar uma etiqueta RFID UHF de um dos vários provedores de tags a cada sapato de amostra e, em seguida, ligou o número de identidade exclusivo de cada tag às informações da unidade de estoque (SKU) no software de gerenciamento da empresa de software Zebra, explica Tom Moore, líder da Zebra para varejo e hospitalidade. Depois de testar a tecnologia por vários meses, a varejista expandiu a implantação para 25 lojas em 2016 e depois 180 no início de 2017.

Todos os dias, dois funcionários usam os leitores MC3190-Z, cada um começando nas extremidades opostas da exibição do departamento e trabalhando o caminho daquele final para o outro. O dispositivo portátil captura os números de identificação e encaminha-os para o software, que os vincula aos dados relacionados. Ao dedicar dois membros da equipe à tarefa, a loja pode ter redundância para garantir que nenhuma tag seja perdida.

Uma vez concluídos os dois eventos de leitura de etiquetas, o pessoal de vendas pode acessar o software, visualizar a lista de itens de exibição e notar discrepâncias, como um sapato em falta. Normalmente, imprimem os resultados para que os funcionários possam levar os detalhes impressos com eles à medida que encontrem amostras em falta. Se o sapato faltante não puder ser encontrado, eles podem entrar nos estoques, adquirir outro sapato de amostra para essa marca e estilo, aplicar uma etiqueta RFID e cadastrá-lo no sistema.