RFID Noticias

Fazenda nos EUA protege culturas com sistema IoT

Uma solução com sensores de temperatura e umidade sem fio garante que a propriedade tome medidas para proteger suas colheitas de danos causados pela geada

Por Claire Swedberg

26 de julho de 2017 - A Hilltop Cranberry Co. está usando um sistema de sensores baseado em Internet das Coisas para rastrear as condições em torno de suas culturas sensíveis à temperatura. A solução, fornecida pela Monnit Corp., consiste em sensores de temperatura e umidade que transmitem medições sem fio para um receptor. A solução baseada na nuvem Monnit pode emitir alertas para a empresa a qualquer hora do dia ou da noite, quando as condições são tais que as plantas estão em risco. O sistema não só evita a perda potencial de uma safra inteira se a temperatura cair demais, mas também proporciona ao dono Travis Tritz uma melhor noite de sono, uma vez que ele não precisa monitorar as temperaturas.

A Hilltop Cranberry tem terras em Vesper, Wisconsin, que incluem cinco plantações da fruta cranberry que são, às vezes, submersas em água. A roça é especialmente vulnerável ao congelamento no momento em que os botões estão se abrindo. A geada, naquele momento, pode resultar em destruição da temporada seguinte. Se as temperaturas caírem abaixo do congelamento durante o ponto de brotação no crescimento da planta, os produtores de cranberry normalmente ativam aspersores para pulverizar as plantas e, assim, evitar o dano causado pela geada.

Para os agricultores de cranberry, isso geralmente pode levar a noites sem dormir enquanto observam as condições climáticas. Tritz abordou o problema através de um sistema de alarme de temperatura em sua casa que o desperta se o termômetro marcar abaixo do especificado, indicando que ele precisa verificar as plantas e, possivelmente, ativar o sistema de irrigação.

A temperatura em sua casa pode chegar a 16 graus acima da temperatura nos campos, nota Tritz, então esta não é uma solução a prova de falhas. Para criar uma saída mais precisa, ele começou a buscar uma solução sem fio e optou pelo Sistema de Monitoramento Remoto da Monnit, com base no preço da solução e na flexibilidade dos representantes da empresa.

O sistema da Monnit consiste em sensores baseados em IoT para o mercado agrícola que podem acompanhar os níveis de temperatura, umidade, luz e monóxido de carbono em torno das plantas, diz Brad Walters, CEO e fundador da Monnit. Os sensores capturam medições e transmitem dados para o receptor por um sinal de 900 MHz. O receptor atua como um gateway e encaminha essa informação para o software da Monnit através de uma conexão celular. O software interpreta os dados e pode solicitar uma hierarquia de mensagens até que alguém responda a eles.