RFID Noticias

Bluvision apresenta solução quase instantânea

O sistema de localização em tempo real, de baixo custo, usa gateways que se conectam em tomadas, beacons BLE e software baseado em nuvem

Por Claire Swedberg e Edson Perin

12 de julho de 2017 - A empresa de tecnologia de Internet of Things Bluvision (adquirida pela HID Global) acaba de lançar uma versão atualizada do sistema de localização em tempo real (RTLS) Bluetooth Low Energy (BLE) que torna possível a implantação de uma solução RTLS em poucas horas. A empresa chama a sua mais recente oferta de RTLS-EZ porque os usuários podem simplesmente conectar gateways BluFi em tomadas, inseri-los no software baseado em nuvem e começar a usá-los. Isso agiliza implantações RTLS para rastrear ativos em tempo real, informa a empresa. A tecnologia também pode ser usada para otimização no local de trabalho quando beacons são usados por indivíduos. A solução ainda não tem previsão exata para chegada no Brasil, mas – segundo fontes da HID – deve ser nos próximos 12 meses.

Como o seu antecessor, o sistema RTLS-EZ consiste em beacons BLE da Bluvision, gateways de plug-in habilitados para Bluetooth e Wi-Fi, e o software Bluzone baseado em nuvem. Com o RTLS-EZ, no entanto, as melhorias no software permitem uma configuração mais fácil de gateways para que possam determinar rapidamente sua própria localização e as das beacons que se movem ao redor.

Bluevision's RTLS-EZ system
Na verdade, diz John Sailer, COO da Bluvision, o sistema é tão simples de instalar que, no quarto trimestre deste ano, a empresa planeja enviar a solução em uma caixa para que os usuários a instalem. Ele observa que as soluções RTLS tradicionais com tecnologia RFID ou tecnologia ultra-ampla de banda larga têm sido desafiadoras para implementar, pois geralmente requerem leitores, antenas e leitores por cabo, e às vezes excitadores ou repetidores para melhorar a granularidade de localização.

Os gateways da Bluvision, por outro lado, custam menos de US$ 50 cada e os usuários pagam pelo acesso usando um modelo de software como serviço. Portanto, os custos de implantação são mínimos. Se os gateways estiverem instalados aproximadamente a 10 metros de distância, Sailer diz que, normalmente, fornecerão dados de localização dentro de cerca de um metro em uma implantação típica. A Bluvision faz seu próprio hardware de gateway e beacon e grava seu próprio firmware.

A tecnologia - ou a versão RTLS-EZ, anunciada em maio no RFID Journal LIVE! ou as versões anteriores da solução estão em uso em cerca de 50 locais, seja pilotos ou em implantações permanentes.

Por exemplo, um fabricante de veículos de emergência usa as beacons RTLS da Bluvision para rastrear a localização dos veículos à medida que estão sendo montados, bem como a seguir a montagem antes de serem enviados aos clientes. Ele anexa beacons Bluvision (do tamanho de uma bateria AAA) a cada veículo e, com gateways implantados em toda a planta de montagem, pode identificar quando um veículo chega a cada estação de trabalho. Isso ajuda a empresa a gerenciar onde os veículos estão localizados, ao mesmo tempo que permite que os operadores tenham acesso a informações sobre os requisitos para cada veículo montado à medida que chega à sua estação.