RFID Noticias

Bauarte investe em visibilidade e experiência do cliente

Para recebimento, venda e transferência, toda mercadoria passou a ser etiquetada com RFID tanto no controle como rastreabilidade dos estoques

Por Edson Perin

6 de julho de 2017 - A Bauarte, que atua desde 1995 no atacado e varejo de bolsas e acessórios, na região do Bom Retiro, em São Paulo, com produtos nacionais e importados, decidiu investir neste ano em tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) para ganhar visibilidade sobre os produtos e aprimorar a experiência dos clientes.

Para isso, a empresa implantou uma solução completa para recebimento, venda e transferência de toda mercadoria que comercializa, que passou a ser etiquetada com RFID para controle e rastreabilidade dos estoques. E o que era para ser apenas um teste já se tornou uma realidade no dia a dia da empresa e um roteiro para novos investimentos.

Na Bauarte, todos os produtos recebem etiquetas RFID para serem disponibilizados para vendas
Toda mercadoria recebida é conferida e depois etiquetada com RFID para o controle e rastreabilidade dos produtos. Antes de seguir para o estoque é feita uma conferência com RFID na esteira e essas informações são passadas ao sistema. A venda no caixa também trouxe benefícios para o cliente, que pode realizar a conferência de seus produtos antes de seguir para o caixa, o que eliminou filas e agilizou o processo de check-out.

Quanto à transferência, com as informações já cadastradas dos produtos no sistema, fica mais fácil ter o controle quando uma transferência é solicitada. A leitura na esteira de saída tem sido realizada para validar os Electronic Product Codes (EPC), da GS1, dentro das caixas lacradas.

O middleware iTag Monitor, desenvolvido pela iTag Tecnologia, é responsável por realizar a leitura das etiquetas RFID. O software está presente em todos os processos da loja e é responsável pela validação e conferência dos itens etiquetados.

"Escolhemos a iTag para ser a nossa fornecedora RFID, porque desde o primeiro momento, com testes e levantamentos, até a implantação do projeto, a empresa esteve sempre presente nos processos", diz Paulo Ferreira Gonçalves, diretor da Bauarte. "A Bauarte conheceu a iTag por meio de representantes. Conhecemos a tecnologia proporcionada pela empresa e o software de leitura e impressão. Então, decidimos fazer os primeiros testes na loja sede".