RFID Noticias

Loja de roupas de luxo adota localização em tempo real

A solução permite que a marca espanhola de moda Loewe gerencie automaticamente o inventário, permitindo acesso rápido à mais recente coleção de produtos

Por Claire Swedberg

3 de julho de 2017 - A marca espanhola de moda de luxo Loewe está testando uma solução de identificação por radiofrequência (RFID) baseada em Bluetooth Low Energy (BLE) em sua nova loja em Madri. O sistema identifica a localização da mercadoria em tempo real e, assim, garante que os produtos sejam à mostra de modo eficiente e preciso.

A tecnologia foi fornecida pela CXignited, com bases em Paris e Nova York, que anteriormente era conhecido como Tagsys RFID. Em 2016, a Tagsys RFID deu nova marca à sua solução com um foco em Internet das Coisas com RFID e outras tecnologias sem fio, como BLE.

Luc Bellissard, da CXignited
A Casa Loewe é a nova loja principal de três andares da marca de luxo espanhola. O estabelecimento, que emprega 30 trabalhadores, foi projetado para lembrar um apartamento de colecionadores de moda, cercado por arte e materiais espanhóis, como pisos de argila valenciana. Ao mesmo tempo, a loja vende o mais recente em roupas de moda e acessórios, e se esforça para tornar os produtos fáceis de acessar para compradores na loja física, bem como online.

A empresa buscou um sistema automatizado baseado em sensor que proporcionasse visibilidade e análise do inventário digitalizando o piso de vendas. A solução, composta por sensores RFID e BLE, além de gateways para capturar e gerenciar dados de sensores e software baseado em nuvem, permite que a empresa saiba onde seus produtos estão localizados, seja no compartimento traseiro ou na frente da loja, como em dois armazéns.

A nova loja enfrenta inúmeros desafios relacionados ao gerenciamento de níveis de estoque dentro de seu espaço em Madri, explica Marcelo Baltzer Foucher, CIO da Loewe e diretor de logística. "Temos recepções diárias [entregas de produtos] e operação de sete dias por semana", afirma.

A loja tem espaço de armazenamento limitado no back-room, diz Foucher, e muitos produtos se movem diretamente para o piso de vendas. Além disso, mudanças frequentes nas mercadorias com base em novos lançamentos de coleção de moda tornam complexo o gerenciamento de estoque. "É um ambiente dinâmico onde recebemos e interagimos com cerca de 2.000 clientes por semana", diz ele. "No novo edifício, nossa área de estoque foi dramaticamente reduzida, por isso ter disponibilidade de estoque em tempo real foi fundamental para o planejamento e o reabastecimento de sortimento".