RFID Noticias

Sistema traz visibilidade para componentes industriais

Recentemente patenteado pela O-ring, a solução permite rastrear quais componentes estão no local a qualquer momento, por meio de uma etiqueta RFID

Por Claire Swedberg

16 de maio de 2017 - A O-ring Sales & Service, distribuidora de anéis de vedação e componentes especializados em Kansas City, está oferecendo aos seus clientes industriais uma solução baseada em RFID para gerenciar seus estoques em fábricas. O ShelfAware foi projetado para capturar dados sobre o recebimento e o consumo de peças, garantindo assim que os produtos sejam automaticamente reordenados conforme necessário, além de ajudar o fabricante a manter seus níveis de estoque e reduzir aos níveis mínimos necessários. Para os fabricantes, a empresa informa que a tecnologia pode significar economia de mão-de-obra para gerenciamento de estoque, além de eliminar a compras de novos suprimentos.

Até agora, dois fabricantes começaram a usar a solução para gerenciar centenas de peças. Outros distribuidores estão agora em parceria com a O-ring para usar o sistema ShelfAware em seus próprios produtos. A tecnologia foi planejada e construída internamente, diz Andrew Johnson, diretor de vendas e serviços da O-ring, para ajudar os clientes a gerenciar suas ferramentas sem exigir visitas físicas do pessoal da O-ring para contar e reordenar suprimentos.

Co-inventor Jon Hansen lê peças usando o sistema
Em 2015, diz Johnson, ele começou a explorar um sistema que era mais fácil de usar pelos clientes do que a digitalização por código de barras e voltou-se para a identificação por radiofrequência (RFID). Ele então testou a tecnologia RFID UHF em casa, usando uma única impressora, um leitor e tags em produtos. A empresa projetou seu próprio software para gerenciar os dados coletados. Arquivou para uma patente, a seguir aproximou clientes com a ideia.

Em janeiro de 2016, o fabricante Eskridge instalou a tecnologia em seu site, onde fabrica acionamento de engrenagens, freios, escavadoras e âncora. Na época, a empresa de Kansas City comprou aproximadamente 150 unidades de estoque (SKUs) de peças da O-ring. A Eskridge vem crescendo, diz Richard Griffin, coordenador sênior de fornecimento da empresa; durante os oito anos em que ocupou o cargo, as vendas aumentaram de US$ 15 milhões para US$ 24 milhões por ano. Com o maior volume de montagem, as encomendas de componentes também têm crescido, o que coloca uma maior pressão sobre Griffin para encomendar as peças. Embora cada um seja valorizado em apenas alguns centavos, diz ele, se algum ficar fora de estoque quando a montagem está em curso, todo o processo de montagem pode ser interrompido.