RFID Noticias

BNDES apresenta chamada pública para IoT

A iniciativa visa a receber propostas para obtenção de apoio financeiro não reembolsável para proposição de políticas públicas sobre Internet das Coisas

Por Edson Perin

14 de dezembro de 2016 - O ministro Gilberto Kassab, titular do Ministério da Ciência Tecnologia Inovação e Cultura (MCTIC), assinou na segunda feira, dia 12 de dezembro de 2016, na sede do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no Rio de Janeiro (RJ), a transferência ao banco de R$ 17 milhões, destinados à chamada pública para Internet das Coisas (do inglês, Internet of Things ou IoT). Com isso, o tema entra oficialmente para a agenda estratégica do governo brasileiro.

O acordo foi assinado com a presidente do BNDES, Maria Sílvia Bastos Marques. A iniciativa da Chamada Pública de Seleção, segundo consta no site do banco, "visa a receber propostas para obtenção de apoio financeiro não reembolsável para a realização de estudos técnicos independentes com o objetivo de realização de diagnóstico e proposição de políticas públicas no tema Internet das Coisas".

Ministro Gilberto Kassab, no púlpito, e - na mesa - a diretora do BNDES Cláudia Prates, a presidente do BNDES Maria Sílvia Bastos Marques e o secretário de Políticas de Informática do MCTIC Maximiliano Martinhão (foto: Edson Perin)
De acordo com executivos do BNDES, foi selecionada e enquadrada a consulta prévia do consórcio formado por McKinsey & Company, Fundação CPqD e Pereira Neto|Macedo Advogados. Um estudo da McKinsey & Company apresentado durante o evento mostra que, por volta de 2025, a Internet das Coisas terá acrescido de US$ 4 trilhões a US$ 11 trilhões na economia mundial.

As etapas do cronograma incluíram a Divulgação da Chamada Pública, em 24/03/2016, o Processo de Seleção, de 25/03/2016 a 19/09/2016, e a Análise e Contratação da Proponente, de 20/09/2016 a novembro de 2016. O Início do Estudo será agora em dezembro de 2016, com previsões para Execução do Estudo Técnico – Fases I/II/III, de dezembro de 2016 a agosto de 2017, e Implantação Inicial do Plano de Ação elaborado no Estudo Técnico – Fase IV, até março de 2018.

De acordo com a presidente do BNDES, "a missão do banco é a de promover o desenvolvimento de longo prazo do país. Por isso, está apoiando um amplo estudo para Internet das Coisas, que tem por objetivo estruturar uma agenda estratégica que enderece as principais barreiras e oportunidades para que o Brasil consiga aproveitar a janela de oportunidade da IoT".

Para o ministro Gilberto Kassab, "o Plano Nacional de IoT terá o papel de apoiar futuras decisões do Estado relacionadas à implantação da Internet das Coisas, compreendendo uma ampla articulação para construção de uma agenda estratégica para o Brasil".

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »