RFID Noticias

Qualcomm compra fabricante de chips NXP

A transação, prevista para fechar no final de 2017, pode tornar a Qualcomm líder em vendas de chips NFC e RFID para celulares, pagamentos e outras aplicações

Por Claire Swedberg

28 de outubro de 2016 - A empresa de semicondutores e equipamentos de telecomunicações global Qualcomm está adquirindo a fabricante de circuitos integrados NXP Semiconductors. De acordo com analistas, os US$ 47 bilhões da aquisição, incluindo dívida, é a maior transação da empresa de chips até o momento e posiciona a Qualcomm como fornecedora top no mundo dos semicondutores.

Ao adquirir a NXP, a Qualcomm está pronta para diversificar suas ofertas de produtos, incluindo Near Field Communication (NFC), tecnologias de identificação por radiofrequência (RFID), microprocessadores e controladores para celulares, industrias e setor automotivo. A empresa também passará a oferecer soluções completas.

"As nossas relações com os clientes e canais de distribuição se somam umas às outras, não havendo superposição", diz porta-voz da Qualcomm. "Juntos, vamos ser capazes de entregar um portfólio mais amplo de tecnologias e plataformas de best-in-class para os nossos clientes, ao mesmo tempo trazendo novos produtos para novos mercados, e a um ritmo mais rápido".

A NXP Semiconductors, quinta maior empresa de semicondutores do mundo, produz chips não só para aplicações RFID, mas também para dispositivos de tablets e smartphones, automotivos e dispositivos portáteis. Com sede em Eindhoven, Holanda, a empresa emprega 45.000 trabalhadores em mais de 35 países. A empresa vende uma variedade de chips RFID, incluindo NFC NTag, HITAG de baixa frequência (LF), iCode de alta frequência (HF) 13.56 MHz, uCode RFID de ultra-alta frequência (UHF) e o DNA uCode.

Os chips Mifare RFID, da NXP, em conformidade com as normas ISO 14443 e NFC, são utilizados em mais de 40 tipos diferentes de aplicação em todo o mundo, de acordo com a NXP. Além disso, segundo a empresa, 260 milhões de leitores Mifare e 10 bilhões de ICs Mifare foram vendidos até hoje, respondendo por mais de 80% de todas implantações deste padrão em todo o mundo. As aplicações incluem sistemas de trânsito e pagamentos por cartão sem contato, bem como passaportes e controle de acesso.

Nos últimos anos têm ocorrido um crescimento rápido da NXP. Em 2015, a empresa adquiriu a Freescale Semiconductor por US$ 12 bilhões, quase dobrando o tamanho da NXP e tornando-a a maior fabricante de ICs automotivos do mundo. No último trimestre, a empresa registrou um crescimento de 4,5% no lucro e uma média de 1,04% de crescimento sobre o ano anterior. A empresa espera que seu crescimento de lucros continue e prevê que mais de 30 bilhões de dispositivos conectados à rede e mais de 40 bilhões de dispositivos com inteligência serão entregues em 2020.

A Qualcomm também tem apresentado crescimento. O mais recente relatório de ganhos trimestrais da empresa foi lançado em junho de 2016, indicando um aumento de receita de 4% em relação ao ano anterior.