RFID Noticias

Tecnologia ativa entretenimento digital em Israel

No Mogo Park, as crianças usam pulseiras RFID NFC para iniciar jogos eletrônicos, além de obter dezenas de pontos, fotos e vídeos de si mesmos

Por Claire Swedberg

26 de setembro de 2016 - A Breeze Creative desenvolveu tecnologia baseada em Near Field Communication (NFC) para um parque de entretenimento digital com sede em Israel, que permite às crianças e adolescentes visitar os 20 jogos interativos que o complexo oferece. No Mogo Park (parte do shopping Oshiland, operado pela empresa imobiliária Oshira), os jogadores usam pulseiras com tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID), fornecidas pela Tadbik, que não só disponibiliza jogos como recolhe resultados, fotografias e imagens de vídeo.

A Breeze Creative Labs é uma empresa de design, desenvolvimento e produção que fornece experiências para museus e outras instalações com exposições interativas e conteúdo.

Para o Mogo Park, a Tadbik criou uma pulseira feita com um inlay RFID Smartrac BullsEye
O Mogo Park, localizado em Kfar Sava, é um complexo de entretenimento em que as crianças podem brincar enquanto os pais compram. O parque é construído em torno do jogo online Mogobe, em que as crianças criam mundos virtuais pela construção de casas, acumulando moedas em aventuras. No Mogo Park, os jogadores podem levar o jogo um pouco mais longe, interagindo com quiosques e telas, permitindo-lhes participar de desafios, tais como disparar bolas em um alvo. Os jogadores podem ganhar pontos para ser convertidos em moedas digitais e então usar no jogo online.

Sagi Yehezkel
"Nós queríamos dar aos visitantes uma experiência personalizada semelhante à que têm no site da Mogobe", diz Sagi Yehezkel, CEO da Breeze Creative. A empresa trabalhou com a Tadbik para desenvolver um sistema que identifica cada usuário e salva os seus dados, enquanto o indivíduo está de visita ao Mogo Park. O hóspede pode em seguida acessar o conteúdo, como pontuações obtidas, bem como imagens e vídeos, em quiosques no final da visita.

O parque consiste em quiosques de jogos e telas, usando uma variedade de tecnologias para permitir que as crianças interajam com eles. O desafio, relata Yehezkel, era na criação de uma maneira uniforme de as crianças acessarem os jogos, bem como as suas pontuações, imagens e outros conteúdos. "Todas estas aplicações tiveram de ser integradas com o sistema RFID", explica ele.

Portanto, as pontuações de jogos de cada visitante e conteúdo relacionado são alimentados no software Creative Breeze, que liga estes dados com o número de identificação único codificado na tag NFC RFID embutida na pulseira da pessoa. Adi Kremer, gerente de marketing de RFID da Tadbik, diz que sua empresa criou uma pulseira especial para o braço das crianças e ainda acomodar um inlay RFID grande o suficiente para ser lido pelos leitores. Para atingir esta meta, diz ele, a Tadbik concebeu uma ferramenta que permitiu à empresa produzir as pulseiras e, em seguida, encaixar a antena dentro das camadas da banda. A ferramenta também permitiu espaço adicional na banda por um cupom impresso que os hóspedes podem usar em uma das principais atrações do parque: o slide Oshiland.