RFID Noticias

WestLotto tenta sorte com tecnologia BLE

Operadora alemã de loterias está há seis meses testando um sistema de beacons Bluetooth para enviar ofertas promocionais aos usuários do seu aplicativo

Por Claire Swedberg

31 de agosto de 2016 - A operadora alemã de loterias Westdeutsche Lotterie (WestLotto) está testando uma solução com beacons Bluetooth Low Energy (BLE) para atrair consumidores aos 60 pontos de venda de bilhetes de loteria. O sistema, fornecido pela empresa de tecnologia Sensorberg, de Berlim, oferece cupons e outros conteúdos baseados na localização dos usuários do aplicativo WestLotto, e depois rastreia se esses indivíduos entraram nas lojas com base nessas ofertas.

A solução está em vigor nas áreas de Colônia, Düsseldorf e Dortmund desde abril de 2016 e a WestLotto está analisando dados para identificar quantas pessoas que haviam baixado o aplicativo responderam às suas mensagens das lojas participantes. O sistema também inclui o uso de códigos QR para identificar quantos daqueles que entraram em uma loja realmente resgataram ofertas no ponto de vendas, com base na verificação dos códigos QR.

Quando um usuário do app WestLotto se aproxima de uma das 50 lojas participantes do piloto, uma oferta promocional é exibida
A solução da Sensorberg inclui uma plataforma de gerenciamento de beacons e em um kit de desenvolvimento de software para aplicativos suportados por Android, iOS e Microsoft. A empresa é independente de hardware; para este desenvolvimento, utilizou beacons iBKS Bluetooth, da Accent Systems, que são instalados nas lojas.

A Sensorberg foi lançada em 2013. No início de 2014, a empresa foi parte da iniciativa Microsoft Accelerator e desenvolveu uma solução multiplataforma que funciona não só em dispositivos iOS e Android, mas também naqueles que utilizam o Windows 10. Isto permitiu que a solução da Sensorberg operasse não só com iOS e Android, mas processadores móveis como Raspberry Pi e Qualcomm Snapdragon.

A empresa oferece soluções usando beacons para identificar a localização de um smartphone e enviar conteúdo para o aplicativo do proprietário de um dispositivo móvel em lojas de varejo, feiras e bancos, de acordo com Alexander Oelling, CEO da Sensorberg. "Nós fornecemos o software para redes beacon IoT [sigla do inglês para Internet das Coisas]", diz ele, de modo que os usuários podem criar campanhas publicitárias ou realizar análises de negócios.