RFID Noticias

Notas do Editor: A história do IPO da Impinj

Não é a primeira empresa de RFID a ser listada na bolsa de valores, mas sua oferta pública bem-sucedida abre portas para outras empresas do setor

Por Mark Roberti

27 de julho de 2016 - Na semana passada, a Impinj, fabricante de chips para etiquetas e leitores de identificação por radiofrequência (RFID) UHF, realizou sua oferta pública inicial de ações (IPO). A empresa vendeu 4,8 milhões de ações por US$ 14, levantando mais de US$ 67 milhões. Embora outras empresas de RFID tenham sido negociadas publicamente, a Impinj fez história por ser a primeira empresa de RFID a realizar um bem-sucedido IPO.

As ações durante o primeiro dia de negociação subiu 28%, sugerindo que investidores estão otimistas com a RFID (e com razão, na minha opinião). Se as ações forem para cima ou para baixo durante as próximas semanas, a listagem de uma empresa pura de RFID na bolsa de valores NASDAQ é susceptível a ajudar outras empresas de RFID. Em primeiro lugar, os US$ 60 milhões, ainda modestos para os padrões do Vale do Silício, não é fichinha. É legítima a tecnologia para os olhos dos investidores e capitalistas de risco.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »