RFID Noticias

Empresas lançam sensor RFID passivo de temperatura

Os novos sensores tanto da Smartrac como da RFMicron monitoram temperaturas por meio de tags RFID passivas descartáveis, de baixo custo

Por Claire Swedberg

20 de maio de 2016 - A Smartrac e RFMicron têm individualmente um inlay RFID UHF que estão lançando no mercado como alternativas de baixo custo aos registradores de dados ou etiquetas RFID ativas, para uso no rastreamento de temperaturas de produtos com sensores, útil para alimentos, perecíveis, suas cadeias de fornecimento ou armazém. A RFMicron também lançou vários outros novos voltados para a transmissão sem fio e coleta de dados do sensor. As empresas anunciaram estes produtos no RFID Journal LIVE!, realizado no início do mês na Flórida, Estados Unidos.

O Sensor Temperature DogBone inlay, da Smartrac
O Sensor Temperature DogBone inlay, da Smartrac e o sensor de temperatura da RFMicron Temperature Sensor Powered by Magnus usam sensores de RFID passivo Magnus S3 da RFMicron, lançado um ano atrás. O chip UHF descartável pode ser anexado aos itens através de um adesivo e destina-se a permitir que os usuários controlem a temperatura de um item etiquetado quando interrogado por um leitor RFID UHF.

Andy Lambrecht
O inlay Sensor Temperature DogBone e a tag Temperature Sensor Powered da Magnus contam com um circuito de detecção de temperatura on-chip que digitaliza o valor de temperatura de um produto em um número de 12 bits. Os leitores UHF recebem esses dados juntamente com o identificador único da tag e usam o software RFMicron para converter o número de 12 bits para leitura de temperatura, de -40 graus a 85 graus Celsius. A precisão típica do chip Magnus S3 é ± 3 graus Celsius usando calibração de um ponto, que é realizada durante a fabricação de wafer.

Como alternativa, o Dogbone Sensor e sensor da RFMicron estão disponíveis com um chip que oferece dois pontos de calibração, com o qual a precisão de temperatura é de mais ou menos 0,55 graus Celsius.