RFID Noticias

Estudo de Caso: Navio de cruzeiros combate incêndio com RFID

O Ruby Princess mantém passageiros e a tripulação a salvo graças a um sistema de rastreamento de pessoas

Por Michael Belfiore

25 de abril de 2016 - Quando ocorre um incêndio em um navio de cruzeiro, normalmente começa na sala de máquinas. Em outubro de 2015, por exemplo, um incêndio atingiu a sala de máquinas do Royal Caribbean Splendour of the Seas. O sistema do navio para combate ao fogo foi ativado, o incêndio foi rapidamente extinto e todos os passageiros e tripulantes estavam a salvo.

As salas de máquinas na maioria dos navios modernos são projetadas com sistemas de extinção de incêndio, mas o mais eficaz destes só funciona se não houver tripulação presente. Outros meios de combate ao fogo que liberam vapor, por exemplo, são insuficientes, e o CO2, mais eficiente, quando descarregado nos compartimentos afetados torna o ambiente tóxico. Os membros da tripulação responsáveis pela ativação do sistema de supressão de fogo por CO2 realizam uma contagem manual para verificar se todos estão fora da área de risco antes de liberar o gás.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »