RFID Noticias

Jacarta opera 10.000 luzes de rua por IoT

Pelo sistema, gestores da cidade indonésia podem visualizar remotamente o funcionamento da iluminação pública e ajustar a claridade de cada lâmpada

Por Claire Swedberg

2 de dezembro de 2015 - A cidade indonésia de Jacarta está na primeira de várias fases da implantação de postes inteligentes que serão capazes de clarear ou escurecer com base nas condições ambientais, bem como enviar informações sobre seu funcionamento para o centro de comando da cidade, permitindo a manutenção remota. A solução de iluminação de rua da GridComm - Street Light Management Solution (SLMS) - permite que a cidade monitore o consumo de energia das luzes da rua, tanto em tempo real como historicamente. A GridComm desenvolveu em parceria com a Siklon Energy Nusantara, que fornece o LED de cada lâmpada instalada com a tecnologia de Internet of Things (Internet das Coisas ou IoT).

A solução emprega comunicação powerline (PLC) para comunicação bidirecional com um dispositivo de gateway, utilizando a mesma linha de energia utilizada para alimentar as luzes LED. O sistema também suporta conexões sem fio ou Ethernet entre um gateway e um servidor baseado em nuvem.

Em cada luz de rua, a GridComm instalou um módulo inteligente, capaz de enviar e receber dados para controlar os níveis de iluminação
A GridComm foi lançada em 2012 por quatro fundadores que ajudaram a projetar chips de comunicação utilizados em serviços públicos. "Nós vimos uma oportunidade imediata para a comunicação pelas linhas de energia", diz o co-fundador Mike Holt, a fim de criar redes em que utilitários ou municípios seriam capazes de visualizar remotamente o que acontece com a rede de iluminação. No entanto, diz ele, os sistemas sem fio não funcionam bem em áreas onde são mais necessários, como na Ásia, onde o ruído elétrico impediu a transmissão sem fio de dados.

Mike Holt
"As luzes de rua são mais do que apenas dispositivos que iluminam vias públicas", observa Holt, acrescentando que também podem servir como bons lugares para montar sensores para medição de tráfego, meteorologia, poluição ou níveis de luz. Como o serviço sem fio nem sempre é confiável, os fundadores da GridComm construíram um sistema de transmissão de dados pela rede elétrica existente. O sistema com fio pode extrair dados de medidores de energia.

"As soluções de linha de energia existente usam um único canal de comunicação sobre o fio de cobre", diz Holt. O sistema da GridComm, por outro lado, é composto por 18 canais independentes sobre os quais os dados podem fluir sobre o fio de cobre.

Em cada rua, a GridComm instala um módulo de PLC inteligente atrás da lâmpada. Cada módulo tem o seu próprio endereço de IP, de modo que pode ser identificado e tratado individualmente, permitindo assim a um utilizador enviar e receber dados a partir do dispositivo, bem como fornecer comandos para controlar os níveis de iluminação. A tecnologia funciona com luzes LED, bem como com vapor de sódio ou outros tipos de descarga de alta intensidade (HID) lâmpadas.