RFID Noticias

Confecção infanto-juvenil aprimora controle de faturamento

A Mackvanny, de Cianorte (PR), investiu em RFID para rastrear produtos em estoque e evitar divergências no número de produtos vendidos

Por Edson Perin

25 de novembro de 2015 - A Mackvanny, empresa de confecção para o público infanto-juvenil, faz parte de um grupo de cinco fabricantes de roupas de Cianorte (PR), conhecida como a "Cidade da RFID" (leia mais em Cidade da RFID faz bons negócios), que adotaram a identificação por radiofrequência (RFID) para obter benefícios nos negócios (leia mais em Camisaria ganha agilidade na manufatura e Confecção reduz gastos com horas extras). A fabricante utiliza a tecnologia para controlar estoques e evitar divergências no número de produtos faturados.

Segundo Samir Abdayem, sócio-diretor da Mackvanny, a companhia obteve melhorias com o uso da RFID tanto em suas operações como nos processos. "Os benefícios obtidos com o sistema RFID foram ótimos, porque conseguimos ter mais precisão e controle no faturamento para clientes, evitando assim divergências entre o que foi faturado e as peças entregues", explica. "Também tivemos um ganho considerável no controle do estoque, já que os erros e divergências foram reduzidos".

Samir Abdayem (dir.) e seu pai, Gassan, abrindo o portal RFID da Mackvanny
"Antes da RFID, o processo de faturamento era muito manual. Mas com a tecnologia, as atividades se tornaram mais eficientes e menos operacionais, facilitando assim as validações, checagens e controle", afirma Abdayem. A solução foi implantada pela iTag, que desenvolveu o portal fixo RFID, com leitor e antena da Acura Global.

"O leitor está instalado dentro do portal, que fica na expedição, onde é feita a leitura", diz Abdayem. "As peças do pedido são colocadas nas caixas para despacho e após isto são lacradas. Depois de fechado o pedido, são colocadas cerca de quatro caixas por vez dentro do portal e é feita a leitura. Ao todo as caixas contém aproximadamente 400 peças. Em seguida, as caixas são retiradas do portal e estão prontas para o despacho".

Isto é possível porque todas as roupas produzidas na fábrica da Mackvanny recebem uma tag (ou etiqueta inteligente) RFID com uma identidade única, determinando o modelo específico de cada peça, cor, tamanho e outras caraterísticas, individualmente, como um acabamento bordado, um botão especial etc. As tags utilizam o chip Ucode7, da NXP Semiconductor, e são fabricadas pela iTag.