RFID Noticias

Editorial: Magazine Luiza e Omni Channel

Uma das maiores redes de varejo do Brasil está testando RFID para controlar seus estoques e não perder vendas nas lojas físicas e nem online

Por Edson Perin

3 de novembro de 2015 - Já faz mais de um ano que escrevi que para se implantar o conceito de Omni Channel torna-se fundamental controlar com precisão os itens disponíveis em estoque, incluindo tamanho, cor, modelo etc. E para isto acontecer – sem dúvida – o uso da tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) é absolutamente fundamental (leia mais em Sem RFID, sem Omni Channel). Afinal, por Omni Channel entende-se que, não importa qual ponto de contato o consumidor escolherá para fazer uma compra, os produtos têm de estar disponíveis simultaneamente para vendas online, nas lojas físicas, por catálogos ou smartphones.

Na semana passada, o Magazine Luiza, umas das maiores redes de varejo de eletroeletrônicos e móveis do país, com faturamento de R$ 12 bilhões em 2014, apresentou seu novo aplicativo de compras para smartphones, com o intuito de aprimorar sua estratégia de digitalizar as relações com seus clientes. Confesso que quando recebi o convite, achei a empresa anunciaria demissões, devido à crise, e que focaria exclusivamente no e-commerce, como outros grandes varejistas brasileiros anunciaram nas últimas semanas. Mas eu estava enganado, de acordo com o que me explicou Frederico Trajano, principal executivo de operações da cadeia de lojas.

Clique aqui e leia o artigo na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »