RFID Noticias

GE continua marcha em direção às fábricas digitais

Em sua conferência Minds + Machines, a General Electric previu aumento de três vezes em receitas de seu negócio de software, anunciou parceria para IoT e lançou novo aplicativo

Por Mary Catherine O'Connor

22 de outubro de 2015 - Nos últimos anos, a General Electric (GE) cresceu seu negócio de software em 20% ao ano e, até 2020, planeja quase triplicar sua receita, de US$ 6 bilhões hoje para US$ 15 bilhões, disse o CEO Jeff Immelt, na conferência da companhia chamada Minds + Machines, em San Francisco, nos Estados Unidos. A gigante industrial gerou US$ 148 bilhões em receitas em suas operações em 2014. Mas Immelt foi rápido em apontar que o interesse da GE no fortalecimento de sua estratégia digitais está focada em melhorar seus produtos físicos, a fim de aumentar a produtividade de seus próprios esforços de fabricação e os dos seus clientes.

Immelt disse que a GE está usando seu software Predix, uma plataforma em nuvem destinada a processamento e análise de dados relacionados com os ativos e processos industriais, como o sistema operacional para aumentar a produtividade. Ele observou que a conectividade habilitada pelo que chama de Internet do consumidor "permitiu que a informação flua, mas não produza muito valor" para os fabricantes. "Então, nós queremos transformar a conectividade em insights e ideias de resultados, o que é a Internet industrial", disse ele. "A Internet industrial é uma frase chique, mas o que realmente significa é evitar inatividade não planejada e otimizar ativos. Estamos no início do dia de uma indústria inteiramente nova e nós acreditamos que a Internet industrial poderá ter o dobro do tamanho da Internet de consumidor".

Paul Boris, CIO da GE, moderou um painel sobre software da GE
A GE anunciou na conferência uma parceria estratégica com a desenvolvedora de software PTC. A GE, em suas próprias fábricas e em suas instalações de clientes, vai oferecer a ThingWorx Application Enablement Platform da PTC como parte de seus serviços de software (sob o que a GE chama de Brilliant Manufacturing Suite, que inclui o Predix). Através desta colaboração, os clientes serão capazes de utilizar a força da PTC em design de produto e gerenciamento de ciclo de vida, bem como os seus dashboards que fornecem indicadores chave de desempenho que rastreiam produtos do projeto à fabricação, diz Aaron Darcy, CMO da GE Software comercial, disse ao IoT Journal, ao mesmo tempo, alavancando-gestão de ativos e análise de know-how da GE.

As duas empresas já têm trabalhado em conjunto com os clientes existentes, Darcy disse, incluindo Procter & Gamble, que usa software da PTC para design de produto e Predix para automatizar a fabricação. Usando elementos do software ThingWorx, bem como Predix para gerenciar os ativos conectados, a P&G está avaliando como pode criar um "thread digital" para ligar produtos, desde a concepção até a conclusão, em suas operações.

A GE também está integrando software da PTC em sua planta de fabricação de turbinas a gás. Falando de turbinas, a GE também anunciou a Usina Digital, uma aplicação de software construída sobre Predix e destinada aos seus clientes dos setores de geração de energia elétrica e serviços públicos. O software cria um "gêmeo digital" de um ativo importante, como uma turbina a gás, explica Ganesh Bell, diretor digital da divisão Power & Water da GE e, em seguida, usa o gêmeo para modelar as necessidades desse ativo de desempenho e manutenção futura, com base em dados coletados de sensores montados sobre o ativo físico.