RFID Noticias

Contador de tráfego entra em novos mercados

Com um sensor infravermelho, a startup Density faz levantamento de movimentação em tempo real para lojas físicas e outros setores com tecnologia de IoT

Por Mary Catherine O'Connor

19 de agosto de 2015 - Em comparação com tecnologias complexas e de alta precisão – como robôs voadores, por exemplo – pode-se supor que a contagem de tráfego para dentro e para fora de um local de trabalho seria relativamente simples e, portanto, acessível mesmo para pequenos varejistas. As câmeras de vídeo alimentadas por software de reconhecimento facial, pontos de acesso Wi-Fi (coleta de endereços MAC de telefones celulares), tapetes sensíveis à pressão, olhos eletrônicos de infravermelho, mapas de calor são todas tecnologias que os varejistas podem obter melhores leituras de tráfego, mas também determinar quais mercadorias exibir para atrair a maioria dos compradores e, com os padrões de tráfego, correlacionar as vendas.

Os varejistas podem usar contadores de tráfego e seus respectivos serviços de análise para competir melhor com os vendedores online. Mas da maneira como o CEO da Density Andrew Farrah vê, há partes interessadas que estes sistemas não podem ajudar diretamente: consumidores e pequenas empresas (não só os varejistas, mas também os proprietários e donos de restaurantes e cafés) não podem pagar pelos sistemas de rastreamento de tráfego mais avançados.

Um sensor da Density
A Density, uma startup lançada em meados de julho com foco em Internet das Coisas (IoT), introduziu um sistema baseado na contagem de tráfego com um sensor infravermelho simples e uma interface de programação para aplicativo de acompanhamento (API), projetado para beneficiar ambos os tipos de stakeholders.

A Workfrom, uma startup sediada em Portland, que ajuda os trabalhadores autônomos ou outros indivíduos a encontrar cafés que oferecem boa Wi-Fi gratuita, está testando o sistema da Density como meio de direcionar os usuários com locais onde eles estão propensos a ficar. A Requested, startup sediada em Sacramento, que desenvolveu um aplicativo de smartphone que dá aos clientes uma forma de solicitar descontos refeição, está testando a solução da Density como um meio de aceitar automaticamente sempre que tais consultas restaurantes participantes têm baixa Density de tráfego. E a partir deste mês, a Associated Students of the University of California (ASUC) vai instalar sensores de Density em ginásios da UC, a fim de que os alunos saibam o quão ocupados (alta, moderada ou baixa) os ginásios estão em um determinado momento. A Workfrom, Requested e ASUC estão todas usando a API da Density para adicionar dados de ocupação das suas aplicações móveis baseados na Web.

O sensor de Density transmite um par de feixes infravermelhos paralelos. "O sensor é montado em uma porta", diz Farrah. "Quando alguém passa, a onda é interrompida e cria um pico de tensão no sensor". A direção da pessoa é assim deduzida a partir de qualquer um dos dois feixes IR interrompidos pela primeira vez.