RFID Noticias

Câmera robótica rastreia esportistas

A Move 'N See está usando RFID como parte de sua solução que permite a filmagem automática de atletas ou outras pessoas em movimento

Por Claire Swedberg

15 de julho de 2015 - A empresa francesa de vídeo robotizado Move 'N See inseriu um sistema de localização em tempo real (RTLS) baseado em tecnologia de identificação por radiofrequência (RFID) ao seu produto de monitoramento de vídeo automatizada para os atletas. O robô Pixio, que opera uma câmera montada em cima dele, usa dados de localização derivados de pulseiras RFID usadas pelos esportistas. O resultado é um método automatizado de gravação de vídeo de pessoas que se movem em torno de um campo, arena ou outra área, tanto fechadas como ao ar livre.

A tecnologia surgiu com a intenção de tornar possível gravar vídeos de atletas em movimento (como um surfista ou um ciclista) sem a necessidade de alguém para operar a câmera. Eric Willemenot, um entusiasta dos esportes e do vídeo, com formação em tecnologia de satélite, viu a necessidade de uma solução que tornasse mais fácil gravar vídeos de esportistas em ação. Antes de lançar a empresa, lembra, costumava gravar vídeos em lugares difíceis, usando, por exemplo, uma câmera montada no capacete para gravar seus colegas paraquedistas.

"As ferramentas de vídeo estão crescendo rápido e o uso de vídeo também", afirma Willemeno. "Mas o problema é que você ainda precisava de um cameraman e muitas vezes não havia ninguém disponível". Assim, ele fundou sua empresa em 2012, para desenvolver robôs que assumissem a tarefa de seguir os movimentos de um indivíduo. Os vídeos resultantes podem então ser usados para fins educacionais, bem como para promoção de esportes.

A Move 'N See lançou um produto com GPS em 2013, diz Willemenot. O produto inicial usa as posições de satélites para capturar a posição de um indivíduo, baseada em um relativamente grande dispositivo usado no seu braço, que recebe sinais de GPS e transmite as coordenadas do usuário para o robô.

A solução GPS, conhecida como E-Fullmotion, ainda está em uso para aplicações em áreas externas, especialmente para cenários em que um atleta pode ter uma distância considerável da câmera e seu robô. Os clientes incluem surfistas, remadores, cavaleiros, ciclistas e skatistas. Em alguns casos, os clientes têm sido os próprios atletas, enquanto em outros, uma escola e/ou instrutor adquirem o sistema.

No entanto, para esportes indoor ou outras atividades, a solução não era adequada para algumas situações. O GPS não funciona dentro de casa e sua precisão de localização foi insuficiente para algumas aplicações. Portanto, há cerca de dois anos, a Move 'N See começou a trabalhar com a DecaWave, uma empresa irlandesa que faz transceptores de banda ultralarga (UWB), que podem ser usados para aplicações de RFID e RTLS. O sistema é composto por uma pulseira RFID com uma bateria recarregável e o chip DW1000 UWB, da DecaWave.