RFID Noticias

Gimbal transforma qualquer dispositivo em beacon

A fabricante de beacons Bluetooth pretende realizar sua estratégia com jukeboxes e caixas eletrônicos de bancos, entre outras máquinas

Por Mary Catherine O'Connor

10 de junho de 2015 - A fabricante de beacons Bluetooth Gimbal, dos Estados Unidos, anunciou que está tornando o seu firmware para beacons amplamente disponível, permitindo, assim, que qualquer dispositivo com Bluetooth (4.0 ou posterior) ou rádio Bluetooth Low Energy (BLE) possa executar o firmware para acessar serviços com segurança e delimitação geográfica.

"Vemos isso como uma oportunidade para vender o nosso hardware onde faz sentido", diz Kevin Hunter, diretor de operações da Gimbal. "Mas também integrar o nosso firmware em outras coisas como jukeboxes [máquinas de música com autoatendimento], ATMs [caixas eletrônicos de bancos] e pontos de acesso utilizados no varejo ou no setor de hotéis".

Kevin Hunter
Nos últimos meses, a Gimbal firmou uma série de parcerias para implantar a sua tecnologia de hardware e firmware para apoiar os esforços de divulgação de clientes de várias empresas. A Ruckus Wireless, que presta serviços de localização, anunciou que vai começar a adicionar rádios BLE que executam o firmware da Gimbal em seus pontos de acesso FlexZone, vendidos a varejistas e outras empresas para rastrear os movimentos dos clientes via Wi-Fi e, agora, através de Bluetooth, com a capacidade adicional de oferecer suporte a aplicativos para smartphones.

A Gimbal também anunciou uma parceria com a Attract Media, uma plataforma que fornece um meio para os anunciantes levarem mensagens aos consumidores por um aplicativo baseado em beacon. A empresa-mãe da Attract Media, a TouchTunes, oferece um aplicativo móvel que os consumidores podem usar para selecionar e pagar por músicas no Playdium, sua jukebox Bluetooth. Pela parceria com a Gimbal, a Attract Media veicula anúncios de seus clientes para os consumidores que usam o app Playdium.

Hunter observa que há muitas maneiras de o setor hoteleiro alavancar o firmware Gimbal a fim de transformar dispositivos como set-top-boxes ou lâmpadas LED em beacons. Mesmo os dispositivos que não possuem módulos Bluetooth incorporados poderiam ser transformados em beacons, diz ele, acrescentando um módulo BLE através de um dongle USB, embora a Gimbal não faça dongles USB. Tais dispositivos podem ser utilizados para ofertas especiais aos clientes que estão matriculados no programa de fidelidade de um operador de viagens e que executem o aplicativo em seus telefones.

Doug Thompson, CEO da empresa de desenvolvimento de software dot3 e publisher do blog sobre beacons BEEKn, diz que o movimento da Gimbal para licenciamento do firmware como um produto autônomo é significativo, uma vez que é o primeiro fabricante de beacons a fazer isso e porque permite à empresa alavancar o seu protocolo de segurança, que sempre foi um dos pontos fortes da Gimbal.