RFID Noticias

Boeing usa tecnologia para segurança no trabalho

A companhia adotou um sistema RFID para verificar a localização dos trabalhadores que pintam aviões e se estão devidamente protegidos

Por Claire Swedberg

15 de maio de 2015 - A empresa de engenharia aeroespacial Boeing implantou um sistema de localização em tempo real (RTLS) da Zebra Technologies para garantir que os trabalhadores que operam plataformas móveis estejam usando equipamentos de segurança adequados para pintar novas aeronaves.

Antes de instalar o sistema, a Boeing tinha se familiarizado com a tecnologia RTLS da Zebra. "A Zebra tem fornecido o seu hardware para sistema de localização em tempo real de banda ultralarga (UWB) e software para aplicações de rastreamento de ativos na Boeing e em instalações comerciais e militares", diz Daryl Stephenson, porta-voz da Boeing.

A solução Motionworks UWB RTLS da Zebra rastreia os locais dos pintores da Boeing em plataformas de trabalho móveis
A ideia do sistema de proteção contra queda de pintores foi concebida quando associados da Boeing descobriram que a solução RTLS Motionworks UWB da Zebra estava sendo usada pela National Football League (NFL) para acompanhar os jogadores de futebol, diz Jill Stelfox, VP de Soluções de Localização da Zebra. O sistema fornece estatísticas sobre atletas e seu desempenho, usando tags de banda ultralarga e receptores para capturar automaticamente dados do jogo, tais como o tempo que os jogadores passam em um amontoado, bem como a rapidez com que um indivíduo faz uma jogada e quão longe se move durante o jogo. A Boeing viu o potencial de utilizar o mesmo tipo de solução para rastrear pintores enquanto se movem sobre uma aeronave, trabalhando em plataformas posicionadas a vários metros acima do solo, ao contrário de jogadores que se deslocam em torno de um campo.

"Eles nos disseram que queriam ter certeza de que seu pessoal está a salvo quando faz a pintura de aviões", lembra Stelfox. A empresa solicitou à Zebra que criasse um sistema para permitir o controle de movimento das plataformas e descobrir quando os trabalhadores não estão em condições seguras.