RFID Noticias

Solução reduz extravio de amostras de minerais

Empresa está oferecendo um sistema RFID para clientes de petróleo e gás, que permite rastrear material colhido em locais de perfuração

Por Claire Swedberg

8 de maio de 2015 - A Weatherford Laboratories, prestadora de serviços de análise de rochas e fluidos para o setor de petróleo e gás, está realizando o acompanhamento de amostras de minerais por identificação por radiofrequência (RFID) no percurso entre navio de perfuração e laboratório para testes e armazenamento. O sistema foi testado este ano em uma embarcação. Com base nos resultados desta avaliação, a Weatherford está agora oferecendo a solução para outros clientes. A tecnologia, fornecida pela empresa de software JPL RFID, reduz o risco de perdas de materiais extraídos para o laboratório de análise, poupando horas gastas na procura de amostras ou na contagem e identificação no percurso entre a plataforma de perfuração e o laboratório.

Os navios de laboratório carregam milhares de recipientes de amostras para clientes de perfuração offshore, que, em seguida, enchem estas garrafas ou latas com amostras de material do núcleo (rochas) ou fluidos extraídos de uma sonda de perfuração. Podem verificar os materiais quanto à presença de óleo, entre outras características, a fim de determinar se uma área pode ser lucrativa para o cliente explorar petróleo e gás.

A solução RFID da Weatherford Laboratories foi utilizado no navio de perfuração em janeiro de 2015
Tradicionalmente, estas amostras não são rastreadas individualmente, explica Sara Johnston, gerente de projetos especiais da Weatherford Laboratories. Garrafas, cilindros de metal e sacos de plástico são simplesmente enviados aos funcionários na plataforma de petróleo que usam os recipientes para coletar as amostras. O pessoal anota a profundidade de onde as amostras foram tomadas e as enviam de volta para o laboratório. Isso significa, no entanto, que as amostras podem ser perdidas durante o processo de transporte ou quando movidos para armazenamento.

Johnston diz que muitos clientes têm descrito ocasionalmente perdas de amostras em grandes volumes. "Nós tivemos um cliente que tinha perdido um pedaço de 9 metros de núcleo", acrescenta ela, enquanto as amostras menores podem acabar se perdendo até com mais frequência. Auditorias manuais são muitas vezes realizadas por empresas de petróleo e gás ou pelo pessoal da Weatherford Labs. No entanto, ela explica, o protocolo padrão não inclui auditorias. "O pessoal no local é responsável pela captura, embalagem e envio das amostras para onde quer que o cliente queira que elas vão, como o local de armazenamento ou o laboratório de análise", diz ela.

"Há expectativas de quantas amostras voltam da plataforma", afirma Johnston, acrescentando que as auditorias manuais levam muito tempo para se executar. "Pode ser um mês ou mais para saber que as amostras estão se perdendo".

A solução da Weatherford Labs emprega etiquetas passivas RFID EPC UHF para rastrear cada amostra extraída e transportada para instalações de teste da empresa. A empresa inicialmente considerou o uso de etiquetas de código de barras para identificar os recipientes, mas descobriu que os códigos de barras não suportariam os rigores do ambiente de plataforma de petróleo offshore e poderiam ser danificados, prejudicando a leitura e identificação. A digitalização de códigos de barras, diz Johnston, também seria demorada, uma vez que as amostras podem ser enviadas para o laboratório em volumes de centenas ou milhares de cada vez.

Quando a empresa decidiu por uma solução de RFID, ele trabalhou com a JPL RFID para identificar as etiquetas mais eficazes, bem como a melhor colocação e orientação, para obter o alcance de leitura necessário. As empresas em seguida conduziram um piloto.