RFID Noticias

Ceitec faz demonstração de Internet das Coisas

A empresa brasileira de microeletrônica está iniciando demonstrações com um sistema capaz de realizar medição por nível

Por Edson Perin

19 de março de 2015 - A Ceitec, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que desenvolve soluções para identificação automática por identificação por radiofrequência (RFID) e smartcards, e para aplicações específicas (ASICs), está iniciando as demonstrações com um chip capaz de realizar medições por nível.

Apontado como uma solução para Internet das Coisas (Internet of Things ou IoT), o novo produto foi totalmente desenvolvido no Brasil, na sede da empresa em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, e já tem clientes em potencial testando suas possíveis aplicações, como para controle de volumes de cargas de grãos para transporte.

O chip da Ceitec foi adaptado para aplicações de Internet das Coisas, como um sensor para medição de nível, por exemplo, de cargas de grãos em uma carroceria de caminhão

"A demonstração prática envolve o componente RFID UHF CTC13001, utilizado como sensor para medição de nível", explica Pedro Mucillo, especialista em tecnologia eletrônica avançada na área de Desenvolvimento de Produtos e Negócios da Ceitec.

Para fazer a demonstração, diz Mucillo, "utilizamos um leitor RFID UHF e alguns potes plásticos com o conteúdo preenchido por grãos em diferentes níveis para cada pote". Cada pote terá uma tag UHF afixada em sua tampa. "A partir da informação lida pelo leitor é feito um cálculo para estimar o nível atingido dentro do pote". A informação é, então, disponibilizada em um display.

Pela medição de RSSI [Received Signal Strength Indication ou Indicador de Força de Sinal Recebido] pode-se inferir a quantidade de grãos contida no pote. O sistema precisa ser calibrado com o pote vazio (0%) e cheio (100%).