RFID Noticias

Totvs investe em soluções com RFID

A maior empresa de sistemas de gestão para pequenas e médias empresas na América Latina cria Centro de Excelência e Inovação em Supply Chain, em Joinville (SC)

Por Edson Perin

26 de fevereiro de 2015 - Com o intuito de garantir que a evolução de seus sistemas de gestão ou ERPs (Enterprise Resource Planning) acompanhe e teste todas as tendências tecnológicas e atenda às necessidades crescentes de seus clientes, a Totvs, maior empresa deste segmento para pequenas e médias empresas na América Latina, investiu em um Centro de Excelência e Inovação em Supply Chain (CEISupply), em Joinville, Santa Catarina. O centro tem foco em identificação por radiofrequência (RFID), mas também testa e demonstra outras tecnologias disponíveis para agilizar processos de negócios.

O CEISupply tem como inspiração principal as necessidades da cadeia de distribuição ou, em inglês, supply chain, que tem sido a porta de entrada das tecnologias de RFID em diversos setores. Como os impactos positivos das soluções de RFID nos segmentos de manufatura, distribuição e logística são os principais estimuladores dos investimentos corporativos deste tipo, a tecnologia de identificação por radiofrequência está na base de todo o projeto.

Sala principal do Centro de Excelência e Inovação em Supply Chain (CEISupply), em Joinville, Santa Catarina
Pesquisa e desenvolvimento são os principais objetivos da Totvs com o CEISupply, no qual um ambiente real simula o fluxo da cadeia de suprimentos, permitindo estudar e aplicar ações inovadoras e integradas com o uso de RFID.

"O CEISupply é um espaço para fomentar discussões com os clientes e parceiros da Totvs sobre produtos e processos", explica Vladimir Michels, diretor do segmento de manufatura, distribuição e logística da Totvs. "Desta forma, a companhia foca seus esforços para entender, de perto, as características de supply chain, atuando no desenvolvimento de soluções especializadas e 100% aderentes".

No local, cuja configuração lembra a de um laboratório de alta tecnologia, o público visitante faz uma imersão ao contexto de uma cadeia de suprimentos, com demonstrações técnicas e práticas de várias etapas de produção. Entre as experiências, o visitante pode interagir com inovações tecnológicas, trabalhando em projetos inovadores e alinhados com as necessidades de negócios.