RFID Noticias

Ceitec anuncia chip para pedágio Ponto a Ponto

O CTC13200 está adequado ao protocolo da agência de transportes paulista (Artesp) e disponível para os desenvolvedores de soluções

Por Edson Perin

24 de novembro de 2014 - A Ceitec, empresa pública vinculada ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que desenvolve soluções para identificação automática (RFID e smartcards) e para aplicações específicas (ASICs), anunciou o CTC13200, chip projetado para uso no sistema Ponto a Ponto, do Estado de São Paulo. O sistema, administrado pela Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), consiste em uma cobrança de pedágio de forma eletrônica e com base no trecho percorrido pelo usuário.

O projeto conta com a instalação de pórticos fixos em pontos estrategicamente definidos nas rodovias (leia mais em Projeto com RFID pode tornar pedágio mais justo nas estradas de São Paulo). Nestes portais, há antenas e leitores que funcionam na mesma frequência que a tag que é fixada nos veículos pelas operadoras de serviço de arrecadação autorizadas a operar no Estado de São Paulo. O chip CTC13200 está adequado ao protocolo Artefato SJ 5511, criado pela Artesp, para ser utilizado no Ponto a Ponto.

Reinaldo de Bernardi
A Ceitec apresentou o CTC13200 e também o CTC13100 durante uma feira internacional com foco em infraestrutura de transporte para os setores rodoviário, aeroportuário, ferro-metroviário e portuário, em São Paulo, no mês passado.

O CTC13100 (leia mais em Ceitec inicia produção em volume do chip para o Siniav) foi projetado para uso por empresas que estão desenvolvendo soluções para o Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Siniav). O chip RFID está adequado ao protocolo Denatran G0 (Geração 0) do programa Siniav e às normas de segurança e criptografia.

Já à disposição do mercado para pronta entrega, o CTC13100 é uma solução "one-chip" com desenvolvimento totalmente nacional. A Ceitec, além de ofertar o produto, oferece o suporte técnico para qualquer empresa interessada em desenvolver tags para uso no programa Siniav.

O diretor de Desenvolvimento de Produtos e Negócios da Ceitec, Reinaldo de Bernardi, falou sobre a importância dos dois produtos para o portfólio da companhia. "Além das vantagens do CTC13100 e do CTC13200, há benefícios de outros produtos nossos, como o CTC13001 e o CTC13001 T, que podem ser largamente utilizados na cadeia de transportes” destaca Bernardi.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »