RFID Noticias

NXP pretende levar NFC aos carros

A empresa diz que seu novo controlador auxilia desenvolvedores de aplicativos e fabricantes de automóveis a trazer recursos e funções NFC para o mercado automotivo

Por Claire Swedberg

10 de novembro de 2014 - As montadoras começaram a testar um novo produto de identificação por radiofrequência da NXP Semiconductors, que permite que os aplicativos de "carro conectado" possam integrar o telefone celular com o funcionamento de um veículo. Na semana passada, a empresa anunciou o lançamento do seu novo portfólio automotivo, começando com seu controlador NCF3340 Near Field Communication (NFC). O NCF3340, que consiste em um chip leitor RFID de alta frequência (HF) que faz a interface com controles de um veículo e outros componentes eletrônicos, atende aos requisitos do Automotive Electronics Council Q100 Grade 3 para o funcionamento em toda faixa de temperatura de um automóvel.

"Enquanto as empresas de automóveis estão testando a tecnologia, nenhuma delas está ainda disposta a ser entrevistada ou identificada", diz Drue Freeman, vice-presidente sênior de vendas globais de automóveis e de marketing da NXP.

O controlador NCF3340 Near Field Communication
O portfólio automotivo NFC da NXP visa a permitir smartphones com NFC e tablets para ajustar os controles do veículo, tais como fechaduras e chaves de ignição, ou para acessar aplicativos de pagamento utilizados por agências de aluguel de automóveis, por exemplo, para ajudar os fabricantes mais rapidamente a trazer novas aplicações NFC nos seus novos veículos. O NCF3340 realiza este objetivo por meio de um protocolo NFC Controller Interface (NCI) para se comunicar com os controles do veículo.

"Vemos o momento em torno da NFC realmente acelerando", diz Freeman, referindo-se a vários novos produtos que sua empresa recentemente introduziu, incluindo o seu módulo PN66T para pagamento móvel NFC, controle de acesso e operações de trânsito. "A indústria automotiva vai ser uma grande parte deste crescimento e a NXP está na linha da frente do carro que evolui rapidamente conectado. A empresa tem como objetivo transformar o carro em um modo mais seguro, mais eficiente, mais produtivo e mais agradável de transporte."