RFID Noticias

Torcedor de futebol americano terá mais estatísticas

Sistema RFID da Zebra Technologies foi instalado em 17 estádios de futebol dos Estados Unidos para rastrear todos os movimentos dos jogadores durante as partidas

Por Beth Bacheldor

14 de agosto de 2014 - Os fãs de futebol americano terão mais dados estatísticos sobre os jogos pela TV. Nesta temporada, enquanto assistem a qualquer jogo da National Football League (NFL), às quintas à noite, os telespectadores serão capazes de visualizar, por exemplo, qual é a distância do receptor, quando o jogador toma a posse da bola. E mais: todas as distâncias em relação à meta serão calculadas enquanto o jogador se esquiva, avança e se move para as laterais do campo. Todas estas estatísticas estão sendo coletadas automaticamente por um sistema de RFID instalado em 17 estádios de futebol dos Estados Unidos.

O sistema RFID de banda ultralarga (UWB), fornecido pela Zebra Technologies, inclui etiquetas RFID embutidas entre a duas camadas de plástico que compõem as almofadas de ombro de um jogador, assim como tags em bolsos traseiros dos árbitros, sobre os topos das correntes usadas para marcar metragem e receptores apostos nas infraestruturas de fita dos estádios, separando a parte inferior e superior dos tiers e normalmente dando suporte a placas de vídeo. A solução para esportes MotionWorks da Zebra pode identificar a localização dos jogadores e equipamentos com alta precisão. As etiquetas de pulso de 6,35 GHz a 6,75 GHz emitem sinal 25 vezes por segundo e têm um alcance de leitura de até cerca de 325 pés. A bateria de cada etiqueta tem uma vida útil de cerca de sete anos.

A Zebra Technologies começou a trabalhar com a NFL em dezembro de 2012. Na época, diz Jill Stelfox, gerente geral de soluções de localização da Zebra, a liga procurou uma solução para controlar os jogadores e estava considerando empregar GPS, vídeo e RFID. Depois de um piloto realizado no ano passado com o San Francisco 49ers e o Detroit Lions, diz ela, a NFL optou por implementar o sistema MotionWorks da Zebra.

A solução irá fornecer o que a NFL chama de "Next Generation Statistics", que será entregue às emissoras NFL Network. O sistema Motionworks irá capturar dados que tradicionalmente devem ser capturados manualmente, incluindo tempo durante pausas e assim por diante. Mas também vai captar o quão rápido um jogador corre e até que ponto ele se move durante um jogo, assim como a localização precisa de dados, tudo em tempo real, durante todo o jogo. Essas informações serão registradas e compiladas em um banco de dados, e usadas para as emissões televisivas.

O que é particularmente original, Stelfox explica, é que as duas tags nas ombreiras proporcionarão não só os dados de localização, mas de orientação. "Uma tag faz o rastreamento, mas a segunda dá a orientação, para que você saiba qual caminho o jogador está enfrentando", afirma. "As tags pulsam e os receptores capturam dados 25 vezes por segundo. Assim, enquanto os fãs veem que um receptor avançou 4 metros, o sistema irá dizer aos fãs exatamente quantos metros, talvez 8 metros, que o jogador se mudou quando ele saiu para o lado e para trás, para não ficar abordado".