RFID Noticias

Estudo de Caso: Exército dos EUA usa RFID para rastrear paraquedas

Sem margem para erro, a solução da cadeia de custódia reduziu os custos e a mão de obra para as operações e aumentou a segurança

Por Bob Violino

12 de agosto de 2014 - Desde que começou a usar paraquedas em 1943, o exército dos Estados Unidos (U.S. Army) tem monitorado e gerenciado os equipamentos por métodos manuais e trabalhosos, sujeitos a erros e passíveis de adulteração. No início de 2000, o exército reclassificou os sistemas de paraquedas pessoais, além de outros equipamentos usados por militares e exigiu que esses itens fossem gerenciados por números de série individuais. Mas a gestão de números de série exigiria uma solução automatizada.

Para enfrentar esse desafio, a divisão Automated Identification and Movement Solutions (AMIS), na Virgínia, criou um sistema robusto para rastreamento de paraquedas (EPT), que emprega identificação por radiofrequência (RFID) para verificar a cadeia de custódia de ponta a ponta, com rastreabilidade, em apoio às operações militares globais. Isso permite que o exército visualize e gerencie os processos, tais como armazenagem, estoque, embalagem, transporte, salto e recuperação.

Clique aqui e leia o Estudo de Caso na íntegra.

  • « Anterior
  • 1
  • Próximo »