RFID Noticias

Empresa rastreia ativos e protege propriedade intelectual

A Applied Materials usa RFID passiva para rastrear ferramentas de laboratório na Califórnia e RTLS com Wi-Fi para capturar os locais de itens de alto valor em tempo real

Por Claire Swedberg

8 de julho de 2014 - A fabricante californiana de semicondutores e equipamentos Applied Materials está expandindo gradualmente um sistema híbrido que inclui etiquetas RFID passivas e uma solução para localização em tempo real (RTLS) para gerir melhor equipamentos e procedimentos de calibração. A tecnologia também permite que a empresa proteja a propriedade intelectual (IP) de seus clientes, por meio do rastreamento em tempo real dos locais exatos de produtos desses clientes, como novos semicondutores na forma de pastilhas de silício que a Applied Materials usa para testar equipamentos que fabrica. Todo o hardware e software foram fornecidos pela Tagit Solutions.

A Applied Materials, localizada em Santa Clara, fabrica equipamentos utilizados para a produção de semicondutores. No Metal Deposition Products Group, a empresa cria ferramentas utilizadas para depositar os metais necessários em wafers de silício. O processo de construção dessas ferramentas de deposição requer equipamentos altamente sofisticados e caros.

A Applied Materials instalou leitores e antenas RFID em vários portais em suas instalações
Os ativos, incluindo os chamados targets (utilizados para transferir metal para wafers), mandirs eletrostáticos (que detêm bolachas no lugar durante o processo de litografia) e fontes de alimentação, são usados para fazer ou testar ferramentas avaliadas em dezenas de milhares (ou até milhões) de dólares. Portanto, a perda de qualquer item representa um custo expressivo para a empresa. Além disso, a companhia precisa rastrear e testar equipamentos quanto à sua calibragem e permitir que inspetores localizem rapidamente as ferramentas que necessitam de ajustes. Finalmente, a capacidade de rastrear e localizar os equipamentos de alto valor é fundamental para a Applied Materials receber créditos fiscais pelas peças depreciadas ao longo do tempo.

A tecnologia que torna tudo isso possível inclui leitores RFID, tanto portáteis como fixos, para monitorar equipados com tags passivas EPC Gen 2 UHF, bem como etiquetas de Wi-Fi ativas que transmitem informações. A tecnologia foi instalada pela primeira vez há quatro anos como uma solução muito básica consistindo de leitores portáteis, bem como etiquetas afixadas em alguns itens, para que a empresa pudesse começar o inventário de pequenas quantidades.

Mantendo a instalação inicial, a empresa garantiu que a solução fosse instalada e funcionasse em seis semanas, diz Sandee Mukherjee, vice-presidente de desenvolvimento de negócios da TagIt Solutions. A Applied Materials seguiu com a instalação de cerca de sete leitores fixos em portas, em seguida, adicionou a funcionalidade RTLS para rastrear cerca de 10 por cento de seus ativos de valor mais alto ou mais críticos, juntamente com o IP do cliente. A empresa está agora no processo de adição de leitores adicionais. Dinesh Saigal, o gerente sênior do laboratório de aplicação da Applied Materials, descreveu a instalação no RFID Journal LIVE! 2014.

Durante sua apresentação, Saigal explicou que a sua empresa deve monitorar testes e medições, a fim de garantir o cumprimento das normas ISO. Com etiquetas RFID aplicadas nos equipamentos, explicou, os inspetores que usam esses itens podem localizá-los rapidamente quando necessário.