RFID Noticias

Walt Disney World oferece comodidade aos visitantes

As pulseiras MagicBands, com tecnologia RFID, permitem acesso aos parques, passeios, quartos de hotel, além de outras atrações e serviços

Por Claire Swedberg

18 de junho de 2014 - Em Orlando, nos Estados Unidos, a Walt Disney World começou a fornecer uma pulseira com identificação por radiofrequência (RFID), de dupla frequência (13,56 MHz e 2,4 GHz), conhecida como MagicBand, a todos os seus hóspedes de seus resorts. Os visitantes que não estão em um hotel da Disney também podem comprar o ticket RFID MagicBand no portão, que dá acesso aos parques e a outros serviços.

Os hóspedes podem usar o sistema FastPass da Disney para reservar um lugar para assistir a um desfile, em seguida, usar os seus MagicBands para acessar a área na hora marcada
O MagicBand permite aos visitantes acessar mais facilmente os serviços que reservam através do seite da empresa MyDisneyExperience. A Disney também incorporou inlays passivos RFID de 13,56 MHz (HF), compatíveis com a norma ISO 14443, em todos os bilhetes que os visitantes compram nos parques. Todos os pontos de entrada, passeios e outros eventos, assim como quartos de hotéis da Disney e os locais de ponto-de-venda, estão equipados com leitores RFID HF. A empresa está experimentando, nesse meio tempo, maneiras de usar as tags ativas de 2,4 GHZ RFID incorporadas nas pulseiras. Os transceptores ativos servem tanto para enviar dados e receber sinais, permitindo permanecer dormentes e economizar bateria enquanto não há presença de um leitor.

Dan Soto, da Walt Disney World
A tecnologia MagicBand permite aos usuários inserir quartos de hotel, fazer compras e atrações com o toque da pulseira contra um leitor. A solução destina-se a trazer para o mundo físico a experiência virtual, como parte da MyDisneyExperience.

Atualmente, quando se planeja uma visita a parques temáticos da Disney World, as pessoas podem ir ao site MyDisneyExperience, criar uma conta e começar a fazer planos de até 60 dias antes da sua chegada. Isso, diz Dan Soto, diretor de desenvolvimento e experiência da Walt Disney World, pode incluir o uso de FastPass+, um sistema que permite reservar visitas a atrações específicas com até três reservas durante um único dia e, em seguida, usar a pulseira MagicBand como validação para ganhar a entrada em cada local na hora marcada. Além disso, o transceptor de 2,4 GHz do MagicBand fornece dados relacionados à fila, permitindo o gerenciamento do tempo de espera.