RFID Noticias

Havoc fornece solução para rastrear ativos do setor de construção

A Guardian Fall Protection está usando hardware RFID e software da Havoc no sistema G-Track para controlar seu equipamento de proteção contra queda

Por Claire Swedberg

13 de junho de 2014 - A startup sediada nos Estados Unidos Havoc lançou uma solução RFID de alta frequência (HF) com hardware robusto para realizar o inventário, rastreamento, inspeções e manutenção dos equipamentos de segurança e contra quedas de operários, além de outros ativos utilizados em canteiros de obras. O sistema envolve um software baseado na nuvem conhecido como SuperTrack.CT, usado com leitores RFID HF de 13,56 MHz e tags, protegidos por um material concebido para evitar danos em um canteiro de obras.

A empresa de produtos de segurança Guardian Fall Protection é a primeira a adotar a tecnologia da Havoc, utilizando leitores da empresa como parte de um sistema RFID que oferece o inventário a partir do rastreamento, bem como inspeção e manutenção dos produtos, em locais de trabalho. A Guardian tem trabalhado com a tecnologia RFID há vários anos, em um esforço para desenvolver uma solução que melhore a segurança do local da obra, tornando mais fácil aos conselheiros de segurança rastrear os locais e as condições de trabalho, diz Ed Marquardt, presidente da Guardian. No entanto, o hardware RFID e software disponíveis no mercado estavam aquém do que ele precisava. Os sistemas foram projetados para operações industriais ou de petróleo e gás, e não especificamente para o caso de uso dos clientes de construção civil, empreiteiros e distribuidores.

O tablet resistente Scanning Armored (SCAR) tem um leitor de RFID HF que funciona em conjunto com o software de gerenciamento de ativos da Havoc
A Havoc foi fundada em 2012 por Eric Lewis para atender às necessidades da Guardian e outras empresas de construção. Lewis compartilha contatos comerciais com a Guardian e teve várias décadas de experiência com o equipamento de RF usado em rádios bidirecionais. Os leitores e etiquetas IC da Havoc foram tornados mais robustos para implantação em canteiros de obras, enquanto o software baseado em nuvem permite aos usuários armazenar dados específicos sobre equipamento de segurança em locais onde cada item está sendo utilizado ou armazenado, de modo que possa ser facilmente localizado.

Segundo Marquardt, vários clientes da Guardian estão agora utilizando o sistema, conhecido como G-Track, que se tornou comercialmente disponível este ano e é fornecido pela Havoc.

A Guardian fabrica uma ampla gama de produtos para segurança no trabalho. O American National Standards Institute (ANSI) e a Occupational Safety and Health Administration (OSHA) exigem que as empresas de construção inspecionem regularmente itens de segurança (normalmente a cada seis meses) para garantir que estão em boas condições. Os fabricantes de equipamentos de segurança, como a Guardian, também fornecem aos usuários recomendações sobre a vida útil de cada item e quantas vezes deve ser inspecionado.

A Guardian procurou uma solução baseada em RFID para habilitá-la aos seus clientes e melhorar o controle dessas informações, além de apresentá-las para as agências reguladoras. Sem um sistema baseado em RFID, Marquardt observa, equipamentos de segurança muitas vezes não são inspecionados como deveriam ser e tornam-se potencialmente inseguros, o que expões um empreiteiro a questões de responsabilidade.