RFID Noticias

Colecionador de arte protege seus investimentos

A Avante International está fornecendo a solução AssetGuardian para um empresário evitar furto de sua coleção pessoal de arte, mesmo quando desliga o sistema de segurança doméstica

Por Claire Swedberg

23 de maio de 2014 - A Avante International, fornecedora norte-americana de tecnologia identificação por radiofrequência (RFID), está comercializando um novo sistema de gerenciamento de obras de arte, conhecido como AssetGuardian, para uso por negociantes, proprietários e companhias de seguros. A solução já foi implantada por um empresário da Califórnia para garantir a localização e as condições de sua coleção de arte de alto valor.

A Avante tem oferecido soluções de RFID para controle de acesso de pessoal e gestão de ativos desde 1995. A empresa também desenvolveu um sistema de localização em tempo real (RTLS) com uma tag RFID ativa, de 433 MHz, que emprega uma interface proprietária.

A tag RFID ativa, de 433 MHz, do AssetGuardian, contém sensores que medem os níveis de vibração, temperatura, umidade e luz
Em 2010, uma empresa global de produtos para o lar procurou a Avante, buscando um sistema para rastrear a localização de móveis de alto valor dentro de seus escritórios, a fim de garantir a segurança contra roubo. O software de RTLS da Avante, hospedado em seu próprio servidor por um ano, quando o cliente pode passar a integrar, trabalha em conjunto com os tags ativos 433 MHz RFID Zoner, da Avante, com um sensor de vibração embutido. A solução também veio com os leitores (que a Avante se refere como monitores), para identificar onde o mobiliário está, diz Jeffery Douglass, gerente de projeto do Avante, bem como se foi colidido ou estava realmente se movendo.

Jeffery Douglass, da Avante
Após a instalação, os representantes da Avante falaram com comerciantes de arte e as companhias de seguros que oferecem cobertura para as coleções. Eles também se encontraram com museus para discutir a possibilidade de rastrear a localização e as condições ambientais em torno de obras de arte de alto valor. Essas conversas levaram à primeira implantação da solução AssetGuardian.

O cliente, que pediu para permanecer anônimo, tem várias residências que contém arte de alto valor e solicitou a solução, a fim de fornecer uma camada automatizada de segurança para cada obra de arte. Até agora, o sistema foi implantado apenas em sua residência principal na Califórnia.