RFID Noticias

CPqD certificará equipamentos para o Denatran

A instituição foi designada para dar laudos garantindo a interoperabilidade dos equipamentos destinados ao Siniav

Por Edson Perin

29 de abril de 2014 - O CPqD foi designado pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) – portaria 143/2013 – para certificar os fornecedores por meio da emissão de laudos de interoperabilidade dos equipamentos que atenderão ao Sistema Nacional de Identificação Automática de Veículos (Siniav) – leia mais sobre o Siniav em Siniav pode ser implantado em breve.

O Siniav tem como base o uso de identificação por radiofrequência (RFID) e determina que todos os veículos do país deverão portar etiquetas (tags) baseadas nesta tecnologia. Por meio de uma antena embutida nos veículos, essas tags transmitirão, via ondas de rádio, informações de identificação dos veículos para os leitores espalhados por ruas e estradas, que, por sua vez, as enviarão aos sistemas responsáveis pelo processamento.

De acordo com a portaria, caberá ao Laboratório de RFID do CPqD a realização de ensaios previstos pelo Denatran. Ou seja, ensaios funcionais, constitutivos, de segurança física, de interoperabilidade e de desempenho em pista. "Temos a estrutura e a capacitação necessárias e já estamos atendendo a fabricantes nacionais e internacionais interessados na certificação de seus equipamentos", afirma o gerente de soluções em tecnologias wireless do CPqD, Alessandro Gonzalez Andreo.

Alessandro Gonzalez Andreo, do CPqD
Segundo Andreo, dentro deste processo será avaliada a correta implantação do protocolo seguro IAV Denatran e a interoperabilidade dos dispositivos, em ensaios realizados em pistas de testes. "Assim como para os trabalhos já realizados junto aos OCDs (Organismos Certificadores Designados pelo Denatran), serão avaliados os equipamentos fabricados por empresas interessadas em atender ao sistema Siniav em todo o país", explicou. "Estas empresas podem ser fabricantes primários, integradoras e até representantes de empresas internacionais, desde que tenham sua situação regularizada junto ao Denatran".

Além de atender as empresas que estão efetivamente com o processo de homologação em andamento, diz Andreo, "temos atendido aquelas em processo de desenvolvimento de soluções. Assim, pode-se dizer que há uma gama grande de empresas de diversas regiões do país e de fora dele atuando diretamente no Siniav".

Os ensaios realizados pelo CPqD visam a avaliar a conformidade dos equipamentos em relação aos documentos normativos aplicáveis. Estes ensaios se aplicam tanto às PIVEs (Placa de Identificação Veicular Eletrônica) quanto aos leitores (ECS ou Equipamento Configurador do Siniav e SLP ou Sistema Leitor de Placas) e suas antenas. "A eventual não conformidade com os requisitos compromete o desempenho e a interoperabilidade destes equipamentos, impactando assim em toda a operação do sistema", esclarece Andreo.