RFID Noticias

Zebra compra Enterprise Business da Motorola Solutions

Com a compra do grande fornecedor de leitores RFID fixos e móveis, a Zebra será uma das maiores do mundo em hardware RFID, incluindo impressoras e software

Por Claire Swedberg

15 de abril de 2014 - A empresa de tecnologia de RFID, códigos de barras e sistemas de localização em tempo real (RTLS) Zebra Technologies está adquirindo a unidade de negócios corporativos da Motorola Solutions (Motorola Solutions’ Enterprise Business), transação que deverá ocorrer até o final deste ano. Com a venda por US$ 3,45 bilhões (uma combinação de US$ 200 milhões em dinheiro e US$ 3,25 bilhões financiados), a norte-americana Zebra ganhará a área de hardware RFID da Motorola Solutions, assim como os seus negócios em computação móvel, códigos de barras, impressão de cartões e tecnologias de gerenciamento de dispositivos baseados em nuvem. A Zebra, então, operará os negócios combinados, agregando tecnologias e pessoal da Motorola Solutions para a sua própria marca.

A aquisição representa mais do que o dobro do tamanho da Zebra, a empresa relata. Em 2013, a companhia registrou US$ 1 bilhão em receita de vendas, em comparação com aproximadamente US$ 2,5 bilhões em receita de vendas da divisão de negócios corporativos da Motorola Solutions. A Zebra emprega 2.700 trabalhadores em todo o mundo, mas irá adicionar 4.500 funcionários da Motorola Solutions. A compra inclui 3.700 patentes emitidas e pendentes da Motorola Solutions.

Phil Gerskovich, da Zebra
Qual percentagem do negócio envolve RFID não é algo que as empresas abram, de acordo com Phil Gerskovich, vice-presidente executivo de plataformas emergentes da Zebra. No entanto, diz ele, com a combinação de produtos das duas empresas, a Zebra agora vai ser um dos maiores players do mundo na tecnologia RFID.

Em 2007, a Motorola Solutions adquiriu a Symbol Technologies, que vendeu a área de leitores RFID e scanners de código de barras. Antes da aquisição, diz Gerskovich, a Symbol e a Zebra estavam acostumadas a fornecer peças complementares de uma mesma solução de RFID para os clientes, tais como hospitais, varejistas e empresas de logística. "Nós éramos líderes em impressoras de RFID e codificadores", afirma, enquanto a Symbol "era líder em leitores de RFID".

Faz sentido para Zebra e Motorola combinarem suas ofertas de produtos em uma única empresa, afirma Gerskovich, acrescentando que isso era algo que a Zebra estava considerando há algum tempo. Como a Zebra foi adquirir um negócio maior do que ela mesma, era necessário planejar a manobra para um momento em que as taxas de juros estivessem baixas (já que a empresa financiará a maior parte do preço de compra) e quando o mercado estiver favorável às aquisições que, segundo ele, é agora. As mudanças nas necessidades dos clientes da Zebra, Gerskovich acrescenta, foram mais um incentivo para fazer a aquisição agora. Uma mudança para os usuários finais é o uso crescente de trabalhadores móveis (que precisam usar RFID ou outros métodos de identificação automática para enviar dados sobre o seu trabalho de volta para a chefia). Além disso, as empresas estão cada vez mais contando com os dados adquiridos e armazenados em servidores baseados em nuvem para gerenciar informações não apenas sobre os indivíduos, mas as coisas, com suas localizações e condições previstas por meio de dados transmitidos através de sensores RFID.

Com o crescimento do gerenciamento de dados baseado em nuvem, a Zebra abriu recentemente a sua unidade Zatar, que oferece aplicação para permitir o rastreamento de impressoras, leitores de RFID e PDAs, bem como outros dispositivos, como parte do processo de rastreamento de bens on-line da Internet das Coisas. A aquisição da Motorola vai beneficiar a Zatar, segundo Gerskovich, uma vez que os leitores e outro hardware Motorola Solutions podem ser gerenciados com o aplicativo.