RFID Noticias

Festival de música otimiza controle de acesso

O Bristol Rhythm & Roots Reunion usa solução da Vendini, com pulseiras RFID, leitores e software para emissão de entradas

Por Claire Swedberg

17 de janeiro de 2014 - O Bristol Rhythm & Roots Reunion, um festival de música de três dias realizado no Tennessee, nos Estados Unidos, e que neste ano será em setembro, vai ser o primeiro a utilizar uma solução RFID para controle de acesso fornecida por uma empresa de São Francisco chamada Vendini. A desenvolvedora fornecerá pulseiras RFID, leitores portáteis e fixos de RFID e um software para gestão dos dados de controle de acesso e emissão de bilhetes.

Normalmente, diz Keith Goldberg, VP de marketing da Vendini, a empresa cria e fornece soluções de marketing e captação de recursos para entradas em concertos, eventos esportivos, cassinos e passeios. Criada há 11 anos, a Vendini fornecia um sistema de emissão de entradas para espetáculos de teatro e rapidamente começou a se expandir nos Estados Unidos para uma variedade de locais.

Keith Goldberg, da Vendini
No ano passado, a empresa construiu um pacote de software, tanto para emissão de bilhetes como controle de acesso, com o objetivo de oferecer os dois sistemas para hospedar em seu próprio servidor. A empresa descobriu, no entanto, que a gestão do controle de acesso é complexa para muitos locais, já que, ao contrário de um único bilhete, cada pessoa tem uma autorização de acesso individual, tanto espectadores como membros do staff ou artistas. Em um festival de música, podem haver 50 níveis diferentes de acesso para os indivíduos. Detalhes de acesso são normalmente identificados por meio de um código de cores em crachás.

O sistema baseado em papel causa bastante confusão e também pode ser alvo de fraudes, já que um passe poderia facilmente enganar um funcionário do evento. Portanto, a Vendini criou uma solução de RFID HF empregando tags de 13,56 MHz RFID incorporadas a pulseiras que são usados por todos, desde os membros da equipe, até voluntários, público ou artistas. A pulseira é então interrogada por uma combinação de leitores fixos e portáteis, na entrada do evento e em vários locais no interior do edifício.

O festival começou a vender pulseiras RFID para os membros da audiência para o seu show de setembro. A Vendini, que tem sido fornecedora de serviços para emissão de bilhetes do festival há vários anos, está gerindo o evento com o seu próprio software. A empresa começou a receber encomendas das pulseiras neste mês, diz Goldberg. As pulseiras podem ser fornecidas por vários fornecedores e podem ser feitas por vários fornecedores. No entanto, cada pulseira contém um chip NXP Semiconductors Mifare, compatível com a norma ISO 14443.